Notícias Adventistas

Adventistas defendem vida simples para desenvolvimento sustentável

 

Ban Ki Moon e presidente Dilma durante encontroBrasília, DF … [ASN] As discussões sobre saídas para o desenvolvimento sustentável do mundo, que estão em andamento durante a conferência mundial chamada Rio + 20, já são motivo de análise e reação da Igreja Adventista do Sétimo Dia desde 1995.

Naquele ano, durante uma de suas reuniões mundiais, a Igreja Adventista do Sétimo Dia, que soma quase 17 milhões de membros em todos os continentes atualmente, votou e aprovou declaração aprovada oficial a respeito de meio ambiente. Em um dos trechos é dito que “os adventistas defendem um estilo de vida simples e saudável, onde as pessoas não participam da rotina do consumismo desenfreado, do acúmulo de bens e da produção exagerada de lixo”.

Em termos práticos, o assunto de desenvolvimento sustentável começou a ser objeto de maior discussão, nos últimos anos, em grande parte das escolas, colégios e universidades adventistas que somam mais de 200 mil alunos em oito países sul-americanos.

O posicionamento adventista trata de mudanças climáticas e da realidade de destruição dos ecossistemas. Na ótica da denominação, o motivo dessa preservação e desse cuidado com o meio ambiente está associado à manutenção da criação divina. “É necessário que haja respeito pela criação, restrição no uso dos recursos naturais, reavaliação das necessidades e reiteração da dignidade da vida criada”, afirma o documento da Comissão Administrativa da Associação Geral da Igreja Adventista do Sétimo Dia, órgão máximo. A declaração completa pode ser obtida no livro Declarações da Igreja.

Uma das colaborações que os adventistas dão para um desenvolvimento sustentável se dá através da educação. Em sua rede, especialmente no Brasil e outro sete países que compõem a chamada Divisão Sul-Americana, alunos são estimulados durante todo o ano a desenvolverem projetos e ações que tragam soluções para a sustentabilidade. Além disso, mobilizações, como a do último dia 5 de junho (Dia Mundial de Meio Ambiente), levaram alunos a saírem às ruas para conscientização da população quanto à preservação. [Equipe ASN, Felipe Lemos]

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox