Notícias Adventistas

Aventuri da APaC reúne mais de 1.000 pessoas

Aumento no número de inscritos no evento ressalta a importância do trabalho missionário.

Itapecerica da Serra, SP… [ASN] O maior Aventuri da história da Associação Paulista Central da Igreja Adventista do Sétimo Dia, aconteceu entre os dias 12 e 15 de outubro, no município de Itapecerica da Serra, região metropolitana da capital paulista. Com o tema Aventura no Céu, o evento contou com a participação superior a 1.000 pessoas, batendo o recorde de inscrições ao ultrapassar o Aventuri de 2015, que contabilizou 530 inscritos.
O crescimento no número de participantes no evento é fruto do esforço e do trabalho desenvolvido ao longo do ano. As visitas missionárias e o testemunho foram ferramentas que contribuíram para o grande número de participantes nessa edição. É o caso do Bruno Ferreira, de 9 anos. A família dele não é adventista, porém conheceu o clube Ágape, na cidade de Jundiaí-SP, através de uma vizinha. Daniela Ferreira, mãe do Bruno, comenta que seu filho estava enfrentando problemas de comportamento na escola: “Ele é muito inteligente e, por isso, não aceitava ordens dos professores”. Sabendo da disciplina dos aventureiros e dos conselheiros que ajudam as crianças, Daniela resolveu colocar o filho no clube, em março deste ano. Mesmo não sendo membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia, ela entende que os valores cristãos apresentados nas atividades dos Aventureiros, é muito importante para o desenvolvimento das crianças e que tudo isto contribuiria na formação de seu filho, além do fato da criança ter acesso a outras visões religiosas do que a praticada em seu lar. “Deixar ele participar do Aventuri foi difícil, pois ele nunca tinha ficado tanto tempo longe de casa, mas tudo isso vale a pena já que o Bruno tem melhorado muito seu relacionamento na escola”, comenta.
Outra mãe que também conheceu os Aventureiros este ano é Márcia Ribeiro. Ela é mãe da Mariana, de 7 anos, que participa do clube Atalaia, na cidade de Jundiaí-SP. Elas ficaram sabendo do início do clube por meio de uma divulgação feita na escola da Mariana, que logo ficou interessada em participar. Ela e suas amigas decidiram fazer parte do clube e acampar no Aventuri. Márcia não conhecia muito bem a Igreja e teve receio no início, mas, depois de conversar melhor com uma vizinha que é membro da Igreja Adventista, decidiu que, além de levar sua filha, iria participar também para ajudar o clube. Agora, todas as semanas, enquanto Mariana participa das atividades de sexta à noite, Marcia assiste à palestra destinada para os pais. “Acredito que muito além da denominação está a importância de passar orientações para as crianças sobre disciplina, respeito, cidadania, e tudo com base bíblica”, afirma. Cada vez mais envolvida com o Clube, Márcia decidiu participar do Aventuri para estar junto com a filha e ajudar a cuidar das outras crianças.
Com uma programação diversificada, o Aventuri trouxe momentos de diversão para os participantes, os quais, participaram de provas em equipe como futebol de sabão, escorrega, entre outras atividades. Mesmo em meio a tanta euforia, os momentos de reflexão e emoção estavam presentes. Três crianças, que já estudavam a bíblia e tinham tomado a decisão, foram batizadas no Aventuri. Uma dessas crianças é Felipe Miguel de 9 anos. A mãe dele, Maria Orquelita, comenta que os dois vieram de Manaus para morar em Limeira, interior paulista, no final do ano passado. A busca por uma vida nova não era vontade apenas dela. Miguel, que já estudava a bíblia, começou a frequentar o clube de aventureiros Estrela da Manhã, no início deste ano, e logo tomou a decisão de ser batizado. Miguel acredita que o batismo é a confirmação de uma vida ao lado do nosso Criador e quer ser um missionário: “Quero testemunhar, pelo meu batismo, do amor de Deus na minha vida e falar dEle para outras pessoas”, afirma.
Outro momento em que a emoção tomou conta do evento foi a investidura. Dezoito pessoas foram investidas durante a programação. O pastor Jairo Souza, líder do departamento Jovem da APaC, salienta a importância desses líderes: “Ver a emoção das pessoas enquanto eram investidas mostra com clareza que estamos no caminho certo. Aquelas pessoas entendem o real sentido do que é ser um líder dos aventureiros”, reforça. [Equipe ASN, Andrícia Rodrigues]
Para visualizar as Fotos do Aventuri 2017, ACESSE AQUI.
Para visualizar os Vídeos do Aventuri 2017, ACESSE AQUI.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox