Notícias Adventistas

Mulher retorna à Igreja após fiéis orarem por mais de 20 anos

As orações e um convite foram fundamentais para que Ana Remer voltasse à fé adventista

Ana foi rebatizada em novembro 2015 na Igreja Adventista de São Francisco do Sul. [Foto: Arquivo pessoal.

Joinville, SC… [ASN] Ana Paula Remer aceitou a fé adventista em 1985, e aos nove anos de idade foi batizada, em Joinville. Entretanto, dois anos após esse passo de fé, os pais da juvenil – que também eram adventistas – deixaram de ir à igreja. Sozinha, sentiu-se desmotivada para continuar. Após sete anos, ela também afastou-se da igreja, aos 16 anos de idade, em 1992.

Porém, os fiéis não esqueceram dela e oravam constantemente para que um dia ela retornasse à fé. Entre as intercessoras estava a dona Maria Samoel, mãe dos amigos de Ana, no tempo em que ela participava das reuniões do Clube de Desbravadores.

Maria Samoel (dir.) e Ana Remer (centro) durante encontro de Regionais de Secretaria da Igreja Adventista, em São Francisco do Sul. [Foto: Arquivo pessoal].

Desde o período em que a Ana frequentava a igreja e o Clube de Desbravadores, dona Maria e sua família, a incentivavam e a motivavam para que ela não viesse a desistir dos caminhos de Deus. “Sou muito grata à Maria e à sua família por me apoiarem naquele período e, apesar de eu ter me afastado, nunca terem desistido de mim em oração”, agradece Ana.

Resposta às orações

Por mais de 20 anos, Maria persistiu em oração até que a Ana tivesse um reencontro com a fé adventista. O ponto que marcou o recomeço na vida dela é inusitado: “Eu estava esperando o ônibus e a Maria me deu carona. Disse que estava me procurando para entregar o convite para o programa Reencontro, mas tinha perdido nosso contato. Coincidentemente estávamos indo para o mesmo local realizar exames e o convite estava na bolsa dela. Deus é perfeito!”, conta.

Esse não foi o primeiro convite, mas desta vez algo diferente aconteceu: “Percebi que eu havia esquecido da igreja, dos irmãos. Mas eles não haviam se esquecido de mim. Continuavam me amando. Lembravam de tudo que fazíamos juntos: hinos, programas jovens, acampamentos e passeios sociais. Deus agiu através do amor deles, tocando meu coração que já estava cauterizado após um período de mais de vinte anos afastada”, lembra Ana.

O programa contribuiu para que Ana e seu esposo, Alberto Soares, após estudar novamente a Bíblia, decidissem pelo batismo e, em novembro de 2015, na Igreja Adventista de São Francisco do Sul, fosse realizada a cerimônia.

Desde seu rebatismo, Ana já atuou em alguns ministérios na igreja e ajudou na formação de novos templos. “Participei da implantação de uma igreja no bairro Majorca, em São Francisco do Sul. Fui secretária de lá até o mês de junho deste ano. Agora me mudei para outro bairro para iniciar um novo grupo para estudos da Bíblia”, conclui. [Equipe ASN, Paulo Ribeiro].

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox