Notícias Adventistas

Jovens adventistas visitam hospital e enfatizam o Outubro Rosa e Novembro Azul

O grupo entregou livros missionários, conversou e também orou com os pacientes

"A experiência foi magnifica. Só estando lá, naquele momento, para saber o quanto os nossos problemas são pequenos quando se tem saúde", declara Dayana Leithold (dir.)

“A experiência foi magnifica. Só estando lá, naquele momento, para saber o quanto os nossos problemas são pequenos quando se tem saúde”, declara Dayane Leithold (dir.)

São José dos Pinhais, PR…[ASN] Os jovens da igreja adventista central de São José dos Pinhais dedicaram seu sábado à tarde (7) ao voluntariado e amor ao próximo. O local escolhido foi o hospital da cidade. Abastecidos com livros missionários embalados em papéis rosa e azul, os participantes alertaram cada paciente presenteado sobre a prevenção do câncer de mama, enfatizado pelo Outubro Rosa, e o câncer de próstata, que ganha destaque no Novembro Azul.

Mas a visita não se resumia em apenas isso. Poliane Carvalho, líder do grupo, explica que a literatura foi uma abertura para que pudessem conversar e trazer palavras de conforto aos doentes. “Os livros foram o nosso passaporte. Conversamos com cada paciente, falamos do amor de Jesus e da Sua volta aqui na Terra. Além disso, oramos com eles. Entregamos os livros para todos e também para os funcionários e enfermeiros”, conta.

Uma missão foi deixada às mulheres que estavam no hospital. Cada uma recebeu um lenço, arrecadado pelos jovens adventistas, para que pudesse presentear alguma conhecida que estivesse com câncer. Segundo Poliane, foi uma forma de instigá-las a fazer algo pelo próximo também, diante de uma ênfase tão grande no combate dessa doença.

220 livros foram entregues pelo grupo.

220 livros foram entregues pelo grupo.

A maioria das alas do hospital recebeu a visita e a alegria dos voluntários. Indianara da Silva, que estava internada, gostou muito da ação e acredita na importância desse trabalho. “Eu acho muito bonito! Traz inspiração e ânimo, ainda mais em um hospital que não é uma coisa muito boa. A visita de vocês é muito importante”, parabeniza.

Por meio desse ato, lições puderam ser tiradas pelos próprios jovens que saíram reflexivos do local. “Quando participamos de uma ação como essa, de ouvir o próximo, sentir um pouco da dor que ele sente, dar um minuto de atenção, orar por ele, entendemos porque Jesus passava seu maior tempo cuidando de seu próximo. Pois isto nos aproxima do Pai e nossos problemas são minimizados”, conclui Aderson Fernandes. [Equipe ASN, Jéssica Guidolin / Colaboração: Gabriel Vitti]

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox