Notícias Adventistas

Igreja premia trabalho de tesoureiros adventistas catarinenses

Equipe de finanças do escritório-sede para o Norte de SC valorizou empenho de voluntários

tesoureirosJoinville, SC… [ASN] Uma igreja, assim como outras instituições públicas, precisa estar atenta a diversos aspectos técnicos dentro de sua organização. Um deles está vinculado aos recursos financeiros que entram e saem, referentes a dízimos, ofertas e gastos necessários, como por exemplo, reformas ou aquisição de equipamentos. Para que isto ocorra com transparência e ordem, cada Igreja Adventista conta com um diretor financeiro voluntário, que cuida para que tais recursos sejam encaminhados para seus fins e relatados formalmente a uma administração regional – acompanhado de comprovantes e recibos.

Para o diretor financeiro do escritório-sede da Igreja que atende a metade Norte de Santa Catarina, Elton Bueno, o voluntário que atua nesta função precisa estar ciente das implicações que ela traz. “Trabalhar, manejar e aplicar os recursos santos é de uma tremenda responsabilidade. Todo tesoureiro que trabalha com recursos de dízimos e ofertas, trabalha com dinheiro santo, ou seja, separado para fim específico, e deve ter consciência clara que os auditores celestes estão a nos acompanhar, não para nos fiscalizar apenas, mas para dar sabedoria às comissões para que, então, apliquem os recursos de forma a trazer maior benefício à pregação do Evangelho e a manutenção daqueles que vivem deste trabalho. Isso requer dedicação, transparência, comunhão diária, dependência divina e idoneidade”, orienta Bueno.

Diante disto, a sede administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia decidiu reconhecer o trabalho árduo de tesoureiros que têm atuado da melhor maneira com uma premiação, intitulada “Tesoureiro Nota 10”. Os administradores financeiros contemplados foram Marcia Coutinho, da Igreja Adventista de Paranaguamirim; Marlise Lewerenz, da IASD Central de Jaraguá do Sul e Sebastião Nogueira, da IASD Loteamento São José.

No dia a dia, Nogueira atua como empresário. Antigamente, tinha aversão só de pensar na relação da igreja e das finanças, o que ainda é motivo de resistência ou preconceito para uma enorme quantidade de pessoas. “Quando eu comecei a fazer um estudo bíblico e chegou neste tema, aí fui entender a real, quais são as funções e o que cada um representa. Então, conheci a Deus e Ele acabou me usando neste ministério, no qual hoje, eu me dedico e falo totalmente ao contrário sobre ele”, conta o tesoureiro da IASD Loteamento São José. [Equipe ASN, Willian Vieira]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox