Notícias Adventistas

Ex-ateu deseja estudar Teologia

Otávio Henrique afirma que o seu desejo é proclamar a mensagem de esperança para outras pessoas

Familiares e amigos acompanharam o batismo do jovem Otávio Henrique

Familiares e amigos acompanharam o batismo do jovem Otávio Henrique

Montes Claros, MG … [ASN] Otávio Henrique tem 18 anos, mora em Montes Claros com os pais. Na tarde do último sábado, 6, Otávio, ex- ateu, vivenciou o que denominou um dos momentos mais marcantes na sua vida: o batismo na Igreja Adventista do Sétimo Dia. “Posso afirmar que hoje sou uma pessoa renovada pelo Espírito Santo. A partir de agora é vida nova”.

Otávio afirma ter um sonho que é cursar a faculdade de Teologia para propagar a mensagem de esperança que transformou sua vida. Uma vida até então cética quando o assunto era Deus.

Leia também:

Confira na entrevista que se segue um pouco mais da história de Otávio Henrique.

Que influência você teve para se tornar um ateu?

Algumas companhias me traziam dúvidas. Alguns amigos mostravam a opinião deles sobre a existência de um Deus. Outro detalhe importante é o fato de eu querer ser meu próprio Deus.

Era comum ouvir pessoas afirmarem que um milagre aconteceria em minha vida, sempre pensei o contrário. Pensava comigo que se acontecesse algo, não seria um Deus que iria fazer isto, e sim por algum mérito do meu trabalho.

A partir de que momento sua concepção pelo ateísmo começou a mudar?

A partir do momento que via amigos tentando me ajudar. No início aceitei a ajuda deles pelo fato de serem meus amigos. Me convidaram para visitar uma determinada igreja, cheguei a frequentar por mais de um ano.

No entanto, me achava um falso cristão, pois estava lá e não acreditava que existia um Deus.

O tempo passou, e depois da minha formatura no ensino médio, tive um interesse maior para saber do Deus que tanto as pessoas e alguns amigos falavam. Passei a frequentar algumas igrejas, mas não encontrava a paz que tanta buscava.

Mas, minha crença começou a mudar totalmente depois de um choro de uma amiga. Por telefone falei a ela que não acreditava em Deus. Não aceitaria essa história de Deus, que isto era uma besteira. Ela chorou com as minhas palavras.

Nessa situação toda, lembrei de algo que aconteceu comigo quando estive internado devido a um problema de saúde. Um certo amigo me disse naquela situação: “faça uma oração. Para falar a verdade eu estava com muito medo de morrer. Foi quando fiz a seguinte oração: “Deus, se você existe mesmo, me dê uma segunda chance e perdoe meus pecados.

Depois desta oração as coisas começaram a mudar. Senti que algo diferente estava acontecendo comigo.

A minha amiga sugeriu que eu assistisse alguns vídeos adventistas e me convidou também para visitar um templo adventista e que se eu não me sentisse a vontade e não gostasse da programação, não precisaria voltar.

E qual foi sua primeira impressão ao visitar um templo adventista?

 Ao chegar à igreja, a minha reação foi de surpresa, pois na adoração não tinha barulho. O ambiente me proporcionava paz, a paz de que eu tanto precisava.

Fui muito bem recebido, assisti a programação e fui convidado para uma programação com os jovens. De início estava meio sem jeito, pois era um ambiente novo para mim. É bom salientar também que ao chegar observei as pessoas desejando feliz sábado umas paras as outras. De início não entendia muito bem a saudação,

Sentei, a Bíblia foi estudada, teve momento de oração também e pensava comigo que tudo aquilo não fazia muito sentido. Mas o que importava era que me sentia muito bem e tive vontade de voltar novamente.

Depois deste primeiro contato o que sucedeu?

Liguei para minha amiga novamente, ou melhor, minha namorada. Depois que ela entrou na minha vida muitas bênçãos foram derramadas. Ela chorou mais uma vez, mas desta vez de felicidade.

Na minha segunda visita à igreja solicitei estudo bíblico. Queria conhecer mais a mensagem. E por mais inacreditável que possa parecer quem começou a estudar a Bíblia comigo foi um amigo da minha família. Ele já tinha tentado me levar à Igreja Adventista, mas na época recusei com convicção.

Foi por meio dos estudos que constatei que a Igreja Adventista  segue a Bíblia que é a palavra de Deus. Quando comecei a fazer os estudos percebi que existia sim um Deus, e Ele não desistiu de mim.

Deus pôs a minha namorada Gabriela no meu caminho para mostrar isso.

O que mudou na sua vida quando decidiu se batizar na Igreja Adventista?

Graças a Deus irei realizar um dos meus sonhos que é cantar na igreja. Quero adorar a Deus por meio da música. Hoje eu sei que existe de fato um Deus e a guarda do sábado.

Tudo na minha vida mudou para melhor. Novas amizades, metas e um futuro que se Deus quiser será abençoado.

 Quais são os seus planos a partir da sua decisão de se tornar um jovem adventista?

Com certeza passar para os jovens este meu testemunho. Vou pregar para aquelas pessoas que pensam que não há Deus. Quero mostrar a elas que existe um Deus bondoso, que quer o nosso bem e que pode transformar uma vida.

Qual seu maior sonho?

Hoje meu maior sonho é estudar Teologia e me tornar um pastor da Igreja Adventista. Independentemente de religião só posso afirmar que o meu sentimento é de gratidão pelas pessoas que sempre estiveram me apoiando. Sou grato a Deus por nunca ter desistido de mim. [Equipe ASN, Samuel Nunes]

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox