Notícias Adventistas

Estudante de oito anos recebe resposta do presidente da Colômbia

A pergunta da aluna de um colégio adventista ao presidente colombiano, Juan Manuel Santos, era para uma tarefa escolar de Estudos Sociais

Foto: Portal Semana

Brasília, Brasil… [ASN] A família da Gabriela Rico, de oito anos, nunca imaginou que a garotinha receberia uma mensagem do presidente da República da Colômbia, Juan Manuel Santos. O motivo? Uma tarefa dada pela professora de Estudos Sociais.

“Sou da Igreja Adventista do Sétimo Dia”, disse a menina do quarto ano do ensino fundamental. “Eu estava na igreja e não pude responder”, referindo-se ao material que o presidente compartilhou em seu perfil oficial do Facebook, respondendo à pergunta que ela havia feito na mesma rede social.

Leia também:

Os meios de comunicação do país caribenho abordaram o caso, que teve início no dia 22 de fevereiro, quando a professora de Estudos Sociais de Gabriela, como de costume, deixou uma tarefa peculiar para a classe. O fato ocorreu no Centro Educacional Adventista de Barracabermeja, na Colômbia.

A professora desafiou os alunos a pesquisarem sobre os feitos do presidente Juan Manuel Santos com a pergunta: “Quais propostas o senhor cumpriu?” A estudante, uma das alunas mais atentas, como destaca a mídia do país, não perdeu tempo. Chegou à sua casa e fez uma busca na Internet usando a referida pergunta, mas como não a entendeu, não encontrou resposta. Então decidiu escrever no perfil público do presidente no Facebook, usando a conta de sua avó, Blanca Moreno.

A mensagem diz: “Senhor presidente Santos, meu nome é Gabriela Rico, tenho oito anos. Na escola me perguntaram quais propostas o senhor cumpriu, mas não encontrei nada na Internet. O senhor poderia me ajudar?” Ela não recebeu resposta até o dia 24 de fevereiro, quando Jaime Viana, funcionário do governo, telefonou para a menina para lhe dizer que o presidente iria responder à sua pergunta por vídeo.

Como a tarefa deveria ser entregue na data determinada, Gabriela pediu um prazo à professora, até a segunda-feira, dia 27. Na companhia dos pais, a menina foi à igreja na sexta-feira, sem imaginar que, naquele momento, o mandatário da república estava publicando nas redes sociais uma resposta à pergunta. Já no sábado pela manhã, n igreja, a família Rico recebia uma enxurrada de chamadas telefônicas de diversos meios de comunicação que queriam conhecer a história por trás da resposta do presidente colombiano.

A família tomou conhecimento da mensagem no Facebook. Ao verem que o presidente fazia menção a Gabriela no vídeo, decidiram que ela deveria responder-lhe da mesma forma.

Resposta de Gabriela

“Em primeiro lugar quero lhe agradecer muito, senhor presidente, por me haver respondido. Eu não respondi a ele porque sou da Igreja Adventista do Sétimo Dia e estava na igreja, e por isso não pude responder. Também agradeço por me haver respondido, porque há pessoas que não têm essa oportunidade”.

Além disso, Gabriela acrescentou, entre outras coisas, que quer conversar com ele na Casa de Nariño, na cidade de Bogotá, porque tem uma proposta em favor das crianças da Colômbia.

Não se sabe se a reunião entre o Presidente e a Gabriela se concretizará, mas a menina pôde entregar sua tarefa, obtendo uma nota excelente. Até mesmo Santos, em sua conta do Facebook, saudou a estudante dizendo: “Felicitações! Continue assim. Você faz parte da geração da paz, que tem a oportunidade de construir um país com esperança e desenvolvimento”. [Equipe ASN, Cárolyn Azo, com informações do portal Semana]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox