Notícias Adventistas

Homem tem reencontro com Deus por meio de orações de seu pai

Por 16 anos Evandro ficou afastado da igreja. Mas, seu pai não desistiu em orar pelo seu retorno.

Conheça o retorno para Cristo de Evandro Guimarães

Tubarão, SC… [ASN] A caminhada cristã é diferente para cada pessoa. Para alguns o encontro com Jesus acontece na vida adulta, para outros, quando criança. Evandro Guimarães é um exemplo de que a oração dos pais e a semente plantada na infância sempre produzirão frutos, assim como escrito em Provérbios 22:6. Nascido num lar adventista, sua família é pioneira do adventismo em Tubarão (SC). Entretanto, o apoio dos seus pais não foi suficiente para mantê-lo nos caminhos de Deus quando completou 16 anos.

Evandro e Ângela são batizados

“Eu me afastei de Deus na minha adolescência e fiquei 16 anos longe. Me envolvi com bebidas, frequentava boates e outros lugares que não condizem com tudo que eu tinha aprendido na infância”, explica Evandro. Em 2003 ele se casou com Ângela Maria, que começou a perceber o valor que a família de seu marido tinha: “Eu não tinha noção de como eram os adventistas. Mas fui tão bem recebida que me senti amada por todos”, conta Ângela.

Por 10 anos a família de Evandro o convidou para voltar aos caminhos de Deus. “Eu era relutante, deixava de ir na casa de parentes para fugir dos apelos”, acrescenta Evandro.

Seu pai, Honório Gomes Guimarães, orava por ele todos os dias e não perdia a oportunidade de convidar o filho para ir à igreja. Infelizmente, em 2009, Honório teve um acidente vascular cerebral (AVC), e isso deixou Evandro muito abalado. “Meu pai é a pessoa mais fiel a Deus que conheci. Em minhas lembranças eu o vejo orando ao levantar e ao deitar, estudando a lição e a Bíblia, arrecadando alimentos para a ADRA, entregando folhetos, cantando hinos de louvor o tempo todo. E Deus deixa que isso aconteça com ele? Não é justo!”, argumentava na época.

Hoje, a família de Evandro é ativa nas atividades da igreja.

Honório ficou muito debilitado depois do AVC, mas continuava apelando ao filho para voltar para os caminhos de Deus.  Ao ver os primeiros sinais de recuperação do pai, Evandro começou a deixar Cristo entrar em seu coração e retornou ao estudo da Bíblia. “Em uma visita ao pai, havia um irmão da igreja. Ele fez um apelo para meu marido voltar para Jesus. Quando o Evandro olhou o seu pai cheio de lágrimas, algo começou mudar dentro dele”, lembra Ângela.

A luta de Honório pela vida chegou ao fim nove meses depois. Em abril de 2010 ele não resistiu a outro AVC. Mas as orações do pioneiro ainda continuavam ecoando no coração do filho, e um mês depois Evandro foi à igreja com a família e decidiu estudar a Bíblia por completo. “Minha esposa e eu estudamos a Bíblia e fomos batizados, para alegria de minha mãe e meus irmãos. Minha filha mais velha hoje também é batizada. E ainda temos uma filha mais nova que é assídua na Escola Sabatina”, conclui Evandro, atualmente membro da Igreja Adventista do Revoredo, em Tubarão.

Hoje o casal auxilia no ministério da Criança, dos Aventureiros e Evandro é ancião, assim como foi o pai, no passado, um homem que não desistiu de orar pelo filho amado filho. [Equipe ASN – Daniel Gonçalves]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox