Notícias Adventistas

Casal de idosos adventistas morre de mãos dadas e vira destaque na mídia

Após 65 anos de casamento, idosos deixaram exemplo de amor e união que foi noticiado pela mídia.

8 de outubro de 2014
Foto: Rafael de Freitas / Arquivo Pessoal

União do casal durou 65 anos.

Porto Alegre, RS… [ASN] Após 65 anos de casamento, Italvino (89) e Diva Possa (80) faleceram no mesmo quarto de hospital, de mãos dadas e com apenas 40 minutos de diferença no dia 3 de outubro. O casal frequentava a igreja adventista de Vila Jardim, na capital gaúcha, e era conhecido por seu companheirismo e amizade. O exemplo de amor e união do casal, até mesmo no momento da morte, virou destaque em diversos portais de notícias do país.

Veja a reportagem do G1 na íntegra:

Após 65 anos de união, casal morre com apenas 40 minutos de diferença no RS

Segundo os familiares e amigos, a história do casal marcou muitas pessoas não só pelo relacionamento entre os dois, mas pelo que faziam pelo próximo. “Eles eram pessoas muito missionárias. Enquanto podiam, saiam para dar estudos bíblicos e fazer visitas. Eram ativos participantes da Escola Sabatina e serão para sempre lembrados pelo jeito amável e cortês de serem”, comenta a amiga do falecido casal, Elena Brenner.

Missionários

Eles conheceram a Igreja Adventista há mais de 30 anos, mas foi Diva quem apresentou a Bíblia de forma diferenciada para o esposo. “Meu pai viajava muito por causa do trabalho. Minha mãe, que foi batizada primeiro, passou a colocar um livro de Ellen White em cada mala que fazia para ele viajar. Quando chegava no hotel, ele lia os livros e logo decidiu ser batizado também”, conta a filha do casal, Veramar Possa. “Desde então, eles sempre foram muito envolvidos na igreja, principalmente nas frentes missionárias.”

Veja a galeria que mostra um pouco da história do casal.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Ele sempre ajudou no evangelismo e até foi pioneiro na Igreja Adventista em Maquiné, no Rio Grande do Sul. Já minha mãe ajudava muito as Dorcas (atual Ação Solidária Adventista – ASA), costurando roupas para doar às crianças carentes até o dia em que baixou hospital”, acrescenta a outra filha, Rosimar Possa.

Além da vida de serviço e amor abnegado para com o próximo, Italvino e Diva também sempre buscaram juntos levar uma vida mais saudável. “Meu pai fazia muita caminhada e tinha uma horta em casa. Minha mãe sempre gostou de colher as verduras e legumes que meu pai plantava no próprio quintal. Além disso, a dieta deles se completava com uma grande diversidade de frutas que plantavam, como uva, maracujá, banana, kiwi, entre outras”, relembra Veramar.

10346385_10201914949513630_7540353699049278229_n

Casal morreu no mesmo quarto de hospital, de mãos dadas, com apenas 40 minutos de diferença.

“Como fator principal, eles tinham o hábito de ler a Bíblia juntos todas as manhãs e sempre realizavam o pôr do sol em família. Eram fiéis guardadores do sábado e buscavam honrar a Deus em tudo quanto faziam”, sublinha Rosimar.

O casal deixou 10 filhos, 14 netos e 6 bisnetos, além de um exemplo de amor e fidelidade a Deus que tem impactado vidas. [Equipe ASN, Andréia Silva / Fotos: Rosimar Possa – Arquivo Pessoal]

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox