Notícias Adventistas

Simpósio ressalta importância da profecia para os dias atuais

Evento reuniu os principais teólogos adventistas que estudam o tema.

jim-nix-2

Os doutores Alberto Timm (Esquerda) e Jim Nix , do White Estate. (Foto: Daiane Araújo)

Cachoeira, BA …[ASN] Josafá foi o quarto rei na linhagem do trono de Judá, e realizou reformas judiciais, religiosas e militares que trouxeram paz e prosperidade para a sua população. Isso não impediu que uma confederação liderada pelos reinos de Moabe e Amon articulassem uma invasão contra o seu reinado. O receio diante da ameaça se transformou em esperança quando Deus anunciou que lutaria pelos judeus. O sentimento foi traduzido em um discurso, descrito no segundo livro bíblico de Crônicas, onde Josafá inspira o povo com uma declaração que anima corações ainda hoje: “Confiem em Deus, e vocês estarão seguros; confiem nos profetas de Deus, e tudo o que vocês fizerem dará certo” (2 Crônicas 20:20, em versão na linguagem de hoje).

Equipe-encenacao

Parte da equipe que encenou momentos especiais do adventismo e sua chegada ao Brasil e ao Nordeste. (Foto: Daiane Araújo)

Assim como ocorreu com o rei Josafá e os hebreus liderados por ele, a importância bíblica e histórica dos profetas inspirou corações e mentes de cerca de duas mil pessoas durante o 1o. Simpósio do Espírito de Profecia, realizado pela União Leste Brasileira, sede da Igreja Adventista do Sétimo Dia para os Estados da Bahia e de Sergipe.

A instituição promove o ministério para mais de 2.200 igrejas, onde congregam mais de 190 mil seguidores. O evento aconteceu no templo da Faculdade Adventista da Bahia, em Cachoeira, entre os dias 8 a 10 de abril, e impressionou pela atualidade da mensagem profética. Em plena turbulência do século 21, na era da tensão entre discurso democrático e terrorismo, da explosão da tecnologia e dos desafios da globalização, da agilidade das comunicações e do crescimento da intolerância, a mensagem profética continua exercendo seu papel de orientação para o caminho a ser seguido pela Igreja.

Memória viva

Logo na abertura, foi possível sentir a preocupação de evitar o esquecimento de valores, de princípios, da história da Igreja e do legado de pioneiros adventistas. A entrada de estandartes de ministérios como publicações, obra médico-missionária, comunicação e da educação adventista evidenciou a importância desses serviços para a origem e expansão do adventismo no Nordeste. Aliado a esses, uma série de estandartes lembrou a importância de iniciativas recentes que têm contribuído para orientar os fiéis em ideais de comunhão, relacionamento e missão.

O destaque foi a participação do pastor James Nix, diretor do White Estate, organização sediada no escritório mundial da Igreja, em Silver Spring, Maryland, nos Estados Unidos, responsável pelos escritos, traduções e legado do ministério profético da escritora Ellen White. Nix é tido como uma das principais autoridades na preservação do legado profético adventista. Em suas palestras, ele salientou que as profecias apontam para uma só direção, que é a volta de Jesus a este mundo, e instigou os participantes a assumirem a responsabilidade de anunciar este acontecimento. “Será a nossa geração que assumirá o compromisso de ver Jesus voltar? Se não for, quem será? Se não for agora, quando?”, questionou.

carla-2

Professora Carla Ferreira impressionou pela capacidade de memorizar e recitar textos longos do Espírito de Profecia. (Foto: Daiane Araújo)

O pastor Alberto Timm, diretor associado do White Estate, debateu a importância da profecia para os dias de hoje. Em sua apresentação, ele mostrou-se surpreso pelo interesse despertado pelo evento. “Achei que este evento seria menor; subestimei esta festa espiritual, e fico impressionado com o compromisso de vocês com a mensagem profética”. Para ele, o despertamento para as verdades contidas na Bíblia e na profecia são a chave para a disseminação do evangelho em um mundo secularizado. “Com um grupo assim, poderíamos abalar o mundo”, declarou, para a alegria dos participantes.

Outras palestras foram bem concorridas. O pastor Renato Stencel, diretor do Centro de Pesquisa Ellen White (SP), trouxe uma apresentação sobre a primeira visão da escritora americana, reconhecida pelos adventistas como uma profetisa moderna. O pastor Daniel Plenc, diretor do Centro Ellen White da Faculdade Adventista da Amazônia, apresentou uma análise sobre a cultura, o lazer e a profecia. Também participaram, entre outros, o pastor Gerson Rodrigues, diretor do Centro Ellen White da Faculdade Adventista da Bahia; o pastor Tércio Marques, diretor de Publicações da sede sul-americana adventista (Divisão Sul-Americana), e o líder associado para este ministério, pastor Adilson Morais; e o pastor João Vicente, diretor geral de vendas da Casa Publicadora Brasileira.

renato-stencel-2

Pastor Renato Stengel falou sobre a principal visão de Ellen White. (Foto: Daiane Araújo)

A liderança no louvor ficou sob a responsabilidade do Quarteto Arautos do Rei, acompanhado pelo maestro Jader Santos. Durante o evento, encenações contando a história da Igreja, desde 1844, passando pela chegada do adventismo no Brasil e os desafios do pioneirismo no Nordeste, emocionaram os participantes. Um momento de inspiração foi a participação da professora Carla Ferreira, de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia, que impressionou os participantes ao recitar trechos inteiros de escritos de Ellen White, inclusive o relato de sua primeira visão. Sobre sua capacidade de memória, ela disse se tratar de um dom de Deus. “Decoro quando estou em casa, fazendo comida, lendo os livros durante meia hora, pelas madrugadas, e então a mensagem entra em minha cabeça e não sai”, afirmou.

geovani-mae-2

Pastor Geovani Queiroz e sua mãe, Joana, de 90 anos, protagonizaram um momento emocionante ao final do evento. (Foto: Daiane Araújo)

Um dos momentos mais emocionantes foi a homenagem aos pioneiros, ao final do simpósio. Depois de entregar certificados para seminaristas e organizadores do evento, o pastor Geovani Queiroz convidou sua mãe, Joana, com 90 anos de idade e há 52 como participante da Igreja Adventista. “Esta senhora teve apenas três anos de educação formal, mas já leu a Bíblia e o espírito de profecia muito mais do que eu, que sou pastor há 30 anos”, disse o pastor Queiroz, bastante emocionado.

Simpósio online

Todo o Simpósio do Espírito de Profecia teve transmissão em tempo real pelo canal de vídeos da União Leste Brasileira, integrado com mídias sociais e com o portal oficial adventista para a América do Sul. Foram quase 20 horas de transmissão, com interação em mídias sociais como Twitter, Facebook e Youtube. Cerca de 1,5 mil pessoas acompanharam pelo menos parte da programação online. “Não estive presente, mas tive a honra de poder assistir nesse canal. E louvo a Deus por ter aberto a minha mente para também usufruir desses belíssimos escritos”, comentou Francisco Andrade.  “Foi uma experiência incrível, com excelentes palestras e belas músicas”, afirmou Jones dos Anjos. [Equipe ASN, Heron Santana]

Confira a seguir os vídeos com a programação na íntegra do Simpósio do Espírito de Profecia:

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox