Notícias Adventistas

Saúde feminina é tema de Congresso da Mulher

Cuidados com o bem-estar físico, mental e espiritual foram abordados no encontro

Congresso reuniu grupos de mulheres das igrejas e suas convidadas

São Paulo, SP … [ASN] Cerca de 1100 mulheres da região sul de São Paulo participaram do primeiro Congresso Mulher Saudável, realizado na Igreja do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), no último domingo, 29 de outubro. Organizado pelo Ministério da Mulher, o encontro abordou questões voltadas para o bem-estar espiritual, emocional e físico.

Com a proposta de promover reflexão quanto às decisões relacionadas ao estilo de vida que as participantes levam, o programa foi composto por palestras, dinâmicas e testemunhos. A terapeuta e Master Coach, Dilene Ebinger, apresentou aspectos para uma vida saudável e como agir em situações como a depressão, a sexualidade e a missão da mulher.

“Quando se pensa em mulher saudável, não tem como ver por uma única perspectiva, a mulher é um todo. Ela se envolve em diversas atividades e desempenha muitos papéis. Se não houver preparo e cuidado, a mulher não consegue se efetivar em algo específico, como a própria família. Hoje nós trouxemos esclarecimentos, formas de agir, maneiras para enfrentar o dia a dia e se tornar mais saudável”, explica a terapeuta.

Leia mais: Outubro Rosa motiva campanhas para a saúde da mulher

Temas voltados para a saúde emocional também foram abordados. A presidente da Comissão de Liberdade Religiosa da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SP), Damaris Moura, trouxe a temática da violência psicológica que muitas mulheres sofrem nos relacionamentos. A advogada expôs situações simples do cotidiano que aparentemente não são consideradas violentas, mas que são formas de agressão, como frases ou músicas.

“Informação é algo muito importante, queremos que essas mulheres saiam daqui com a certeza que precisam colocar em prática o que aprenderam e que tenham capacidade para instruir outras mulheres nos ambientes em que estão inseridas”, afirma Maria Tereza Araújo, líder do Ministério da Mulher na região sul de São Paulo e organizadora do evento.

Saúde para ajudar

Para a campanha do Outubro Rosa, que conscientiza mulheres sobre a importância de prevenir e ter um diagnóstico precoce do câncer de mama, as equipes de Ministério da Mulher realizaram palestras, cultos e doações de cabelo em igrejas da região sul da capital ao longo do mês.

Com histórico de câncer na família, a diarista Deise Marina sabe a importância deste trabalho e de realizar os exames com frequência. “Na minha família não foi só uma ou duas pessoas que tiveram câncer, foram várias. Eu me preocupo muito com a saúde, porque é muito doloroso descobrir uma doença quando já é tarde. Tento também motivar outras mulheres, falo a situação que eu passei com minha mãe, cuidando dela por mais de um ano”, relembra Deise.

Durante o evento, foram doados mais de 500 lenços, que serão entregues ao Hospital Pérola Byington, especializado em Saúde da Mulher, na região central de São Paulo. Para encerrar o programa, um batismo e a investidura das mulheres com o lenço do projeto MEL (Mulheres Espalhando Luz), em reconhecimento ao trabalho missionário e social que os grupos têm realizado nas comunidades, emocionou o público presente.

O pastor Neumoel Stina, a psicóloga Talita Castelão e a decoradora Patrícia Santos também participaram da programação. [Equipe ASN, Stephanie Passos].

Confira a galeria completa do evento

Acontece neste domingo o Congresso da Mulher Saudável, na Igreja Unasp-SP. O programa reúne mais de 1200 mulheres para…

Posted by Associação Paulista Sul da IASD on Sunday, October 29, 2017

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox