Notícias Adventistas

Retorno da Casa Aberta ao MS atrai mais de 3 mil pessoas

O ginásio do Colégio Adventista Campo-Grandense (CAC) recebeu mais de 3 mil pessoas em dois dias de evento

Campo Grande, MS … [ASN] No último sábado (7) a previsão do tempo na capital sul-mato-grossense anunciava forte chuva e ventos de até 50 quilômetros por hora. Mas nem a meteorologia afastou o público adventista da Casa Aberta organizada pela sede administrativa da igreja do campo e realizada no último final de semana em Campo Grande.

O casal Daniel e Marla Lüdtke foram a principal atração musical do evento.

O ginásio do Colégio Adventista Campo-Grandense (CAC) recebeu mais de 3 mil pessoas em dois dias de evento. Só no Sábado, quase 2 mil pessoas passaram pelo local para adquirir produtos da Casa Publicadora Brasileira (CPB) e também da Superbom. Como destaca o pastor Fabiano Oliveira, organizador do evento, o programa tem sua importância por disponibilizar produtos de vários segmentos das instituições da igreja em um mesmo local. “É um evento importante porque que você coloca à disposição dos membros materiais que vão ajudar na realização do culto familiar, da comunhão pessoal e isso fortalece a missão”, pontua.

De acordo com a organização, a ideia foi integrar a igreja ao evento e, para isso, a atração musical, além da presença do casal de cantores Daniel e Marla Lüdtke, ficou por conta do festival de corais das igrejas. “O objetivo era que fosse não somente um parque de vendas, mas que as pessoas pudessem trazer as famílias e interagir. Por isso, no domingo, colocamos brinquedos à disposição das crianças e oferecemos um espaço para toda a família, com boa música, recreação e produtos a preços acessíveis”, explica o líder.

Em dois dias de evento, mais de 3 mil visitantes passaram pelo local.

Para a igreja que compareceu em peso ao local, além dos preços que compensam, a integração de vários artigos da igreja disponibilizados no mesmo ambiente auxilia na praticidade de quem precisa adquirir os produtos. “Sempre vale a pena pelo valor, pelos reencontros com os amigos e as apresentações musicais. Acho que é um evento que tem que acontecer sempre, pois muitas vezes a gente deixa de comprar por falta de oportunidade e tempo e a Casa Aberta reúne tudo no mesmo lugar e isso facilita bastante. Eu, por exemplo, sou do interior do estado e estou aproveitando para levar lição da Escola Sabatina para o pessoal da minha igreja que não pode vir”, comenta a pedagoga Cristina Lucia Feitosa, da igreja adventista de Aquidauana, região Oeste do estado.

Ainda segundo informações da organização do evento foram quase mil vendas de lição da Escola Sabatina, entre assinaturas e avulsas, apenas em um dia de evento.

Agora, a expectativa é repetir o evento em 2018. “No ano passado começamos a sonhar em trazer de volta a casa aberta para o estado e nosso objetivo é reestruturar o programa como um evento oficial do campo que acontece anualmente”, conclui Fabiano. [Equipe ASN, Rebeca Silvestrin/Fotos: Cleiton Prado]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox