Notícias Adventistas

Jogos Olímpicos entre adolescentes marca celebração de atividades do ano

Olimpíadas dos Desbravadores marcou o final das atividades do ano.

024B3332Guarulhos, SP… [ASN] O clima olímpico ainda está no ar para os brasileiros, após 21 dias intensos de jogos e um total de sete medalhas de ouro, seis de prata e seis de bronze, as Olimpíadas Rio 2016 ainda será bom um tempo a pauta de assunto de muitas conversas. Em um contexto de vitórias, derrotas e competições, uma celebração cristã de atividades do ano também entrou no espírito olímpico.

No último domingo (28), mais de 2.000 adolescentes participaram das Olimpíadas 2016 dos Desbravadores que a Igreja Adventista promoveu, uma espécie de encontro com todos os participantes das agremiações das igrejas locais para participar de atividades físicas e sociais. O encontro do ano aconteceu no Sesi de Guarulhos, na Grande São Paulo.

Com provas nas áreas do atletismo individual e em grupo, arremesso de peso e salto à distância, as Olimpíadas premiou os melhores desbravadores nas categorias 10 a 12 anos e 13 a 15 e de 16 a 30 anos dos 113 clubes que vieram desde Bananal até a região metropolitana da capital paulista.

“Esse é o nosso encontro anual com toda essa garotada e em um clima olímpico, decidimos fazer a celebração das atividades regionais que aconteceram em 2016 com esses jogos. Uma oportunidade dos meninos conhecerem gente nova, gastarem as energias, ganharem medalhas, reverem os amigos de outras cidades. Esse foi um ano também que focamos os preparativos para o Campori da União Central Brasileira que vai acontecer no próximo ano”, comenta o organizador do evento, pastor Marcos Ribeiro.024B3319

Uma das participantes foi a adolescente haitiana Oldine Bellegarde, 12 anos, que veio da cidade de Bragança Paulista. Ela que participou das provas de atletismo individual e revezamento e salto à distância levou ouro em todas as competições.

“Essa é a primeira vez que eu participo de uma competição como essa e está sendo muito divertido. Já no ônibus vim cantando, pulando com minhas amigas e fazendo grito de guerra pelo meu clube. Eu entrei no clube esse ano, mas não quero sair nunca mais, é muito legal estar aqui!, comenta a jovem corredora. [Equipe ASN, Mairon Hothon]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox