Notícias Adventistas

Líderes definem meta de 800 mil assinaturas da Lição da Escola Sabatina em 2017

Só no Brasil são 1,4 milhão de membros que participam da recapitulação da Lição da Escola Sabatina aos sábados pela manhã nas Igrejas adventistas

Líderes estaduais comprometidos com a meta de assinatura na unidades de ação

Líderes regionais comprometidos com a meta de assinatura nas unidades de ação da Escola Sabatina

Tatuí, SP…[ASN] Líderes adventistas estão convencidos de que a lição da Escola Sabatina é estratégica no processo de crescimento espiritual das pessoas. O material é produzido mundialmente pela organização e promove um estudo sistemático e por meio de temas principais da Bíblia. No auditório da Casa Publicadora Brasileira em Tatuí, São Paulo, ocorrido há poucos dias, líderes se reuniram para encontrar formas de potencializar o alcance desse material. A intenção do evento foi a de definir, por exemplo, novas estratégias para alcançar 800 mil assinaturas da lição para 2017. Desde 1853, a Igreja Adventista mantém esse programa sistemático do estudo da Bíblia por meio da Escola Sabatina.

Leia também:

O pastor Edison Choque, líder sul-americano da Escola Sabatina da Igreja Adventista, disse que o plano é chegar até essa meta com o envolvimento de toda a liderança e que foi necessário reunir todos para lançar o desafio. “Na verdade, não são os números de lições que nos interessam, mas as pessoas. Queremos ter um povo que conheça a Bíblia. A reunião fortaleceu essa visão”, ressalta Choque.

Diretor da CPB, pastor José Carlos Lima ( ao centro) recebe homenagem pela parceria na promoção da lição

Diretor da CPB, pastor José Carlos Lima (ao centro) recebe homenagem pelo apoio ao projeto Maná – Crédito: Oséias Sallazar

Na ocasião, cada líder apresentou o seu plano de ação para alcançar a meta de assinaturas. As ações locais foram uma das notas tônicas nas apresentações. Ideias como investimento nas redes sociais, maior divulgação nas congregações locais, incentivos e premiações. Todos concordaram que o importante a ser ressaltado é o benefício para o membro que estuda diariamente a Palavra de Deus.

O líder da Escola Sabatina para os estados do Rio Grande do Norte e Paraíba, o pastor Cleber Veras Aragão, informou que o desafio na sua região, com 486 igrejas, é atingir 20 mil membros com a Lição da Escola Sabatina. “Nós entendemos que quando o membros da igreja tem o contato diário da palavra de Deus, ele tem uma vida espiritual melhor”, argumentou.

Projeto Maná

O projeto Maná é um esforço unido da igreja para alcançar o maior número de pessoas de todas as idades com a Lição da Escola Sabatina e motiva-las a estudar a cada dia. Com o slogan Cada Dia, Cada Um e Cada Manhã, o projeto está baseado na ideia do estudo diário da Bíblia e que a salvação é individual e não coletiva. Um encontro pessoal com Deus nas primeiras horas do dia.

Pastor Ramon Cals, dir. associado da Escola Sabatina mundial

Pastor Ramon Cals, diretor associado da Escola Sabatina mundial, elogia a liderança da igreja -Crédito: Oséias Sallazar 

O nome do projeto é uma alusão a um texto bíblico, mencionado em Êxodo capítulo 16. Lá é dito que o povo do antigo Israel, enquanto peregrinava pelo deserto, foi alimentado de maneira miraculosa com algo que a Bíblia chama de maná, ou seja, um alimento que Deus mesmo concedia. A Igreja Adventista compreende que a prática do estudo diário cria hábitos espirituais, ou seja, o alimento espiritual para a vida.

O pastor José Ivan da Silva Júnior, que dirige o departamento de Escola Sabatina na região central do Amazonas, foi convidado para falar sobre os membros da cidade de Eirunepé, há 700 quilômetros de distância de Manaus. Ivan relatou que no passado apenas cinco exemplares da Lição da Escola Sabatina chegava na cidade por causa da dificuldade de transporte. “Resolvemos superar as dificuldades e, por ajuda de avião, conseguimos 300 assinaturas. A igreja está muito mais motivada pois recebe as lições com antecedência. Estamos investindo na espiritualidade dos membros e isso é muito gratificante”, explica.

Pela primeira vez o Brasil, o pastor Ramon de Jesus Cals, diretor associado da Escola Sabatina mundial da Igreja Adventista, fez um destaque relacionado ao projeto Maná. “Aqui está a chave para a vitória espiritual. O projeto traz energia e vida para a igreja com o foco no estudo da Palavra de Deus, no relacionamento e na missão. É um modelo que deveria ser seguido pela igreja no mundo inteiro”, parabenizou.

Para o líder sul-americano da Igreja Adventista, o pastor Erton köhler, que participou do encontro, a Escola Sabatina é o coração da igreja porque ela é interativa, aprofunda o conhecimento bíblico e fortalece os relacionamento entre amigos, membros e visitantes. “Nós não queremos uma igreja que tenha uma visão sociológica da religião. Nos queremos uma igreja que tenha a visão bíblica daquilo que o Senhor espera de nós e, revitalizar a Escola Sabatina é fundamental para isso.” [Equipe ASN, Eber Pola]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox