Notícias Adventistas

Encontro de anciãos fortalece paixão pelo ministério

Palestras e atividades do programa buscaram conduzir os anciãos a refletiram comunhão, relacionamento e missão- bases da visão evangelística “Cada Um Salvando Um”.

IMG_0509

Anciãos aceitaram o desafio de conduzir pessoas a Cristo, mobilizar a igreja, e viver em prol da pregação da mensagem.

Porto Alegre, RS… [ASN] No último sábado(06), cerca de 700 anciãos das igrejas adventistas do centro do Rio Grande do Sul, participaram do encontro do Encontro de Anciãos 2016, que ocorreu no auditório do Colégio Adventista Marechal Rondon. Foco do programa foi “fazer com que os anciãos tenham uma paixão maior para aquilo que é essencial para a vida deles- Deus, família e ministério”, afirma o pastor Vanderson Assunção, líder de Ministério Pessoal da igreja adventista no centro do Rio Grande do Sul.

Segundo o líder, programas como este são o momento de apresentar não somente o “norte” para trabalhos, mas a essência com que se deve cumpri-los. “A ideia foi justamente mostrar para que a vida do ancião não é apenas de administrador da igreja, que cuida dos programas da igreja, mas fazê-los compreender que possuem um chamado para um ministério, e isso envolve: ter comunhão pessoal com Deus, cuidar da família, e desenvolver um ministério, cuidando de pessoas, mobilizando, discipulando.

IMG_0416

Testemunhos que falavam sobre o trabalho do ancião na igreja, marcaram a programação.

Na ocasião, o pastor Wallacy Barbosa, diretor do Ministério da Família para oito países da América do Sul, palestrou sobre a importância de cuidar da família e o papel do ancião como sacerdote do lar. Já Alex Palmeira, líder do Ministério Pessoal da igreja no sul do Brasil, incentivou os anciãos a mobilizarem suas igrejas para que estas promovam ações relevantes nas comunidades em que estão inseridas, tratando sobre pastoreio, discipulado, e liderança.

O presidente da igreja adventista para o centro do Rio Grande do Sul, pastor Marcos Júnior, falou sobre as profecias da volta de Jesus, e o contexto da tardança, apresentado textos de Ellen White, que afirmam que Jesus já poderia ter voltado, caso a igreja continuasse vivendo seu propósito com paixão. O pastor Paulo Santos, diretor da Faculdade de Teologia do IAP (Instituto Adventista Paranaense), também palestrou ao grupo.

Ederson Barragan já era ancião 9 anos, e participou de muitos encontros, mas para ele, este foi de forma especial, uma grande fonte de motivação.  “Achei muito bom tudo o que foi apresentado e tudo o que aconteceu. Cada experiência e testemunho que ouvi agregou muito na minha vida, principalmente em âmbito espiritual”, conta.

Na ocasião, um grupo de 20 anciãos saiu do programa entre as 10:30 e 12:00 da manhã, para colocar em prática o tema estudando na lição da Escola sabatina durante a semana, que tratava sobre a importância dos cristãos se envolverem com as pessoas para apresentar-lhes a salvação. Após voltar das ações, grupo testemunhou as experiências vividas diante do restante do público.

Momento nobre

Sem título2

Após ter carro roubado, ancião recebe solidariedade dos demais colegas.

Perto do horário do almoço, o ancião Jair  S. Schons, de Salvador do Sul, descobriu algo que lhe preocupou muito: seu carro, um Fiat Uno 97, estacionado perto do colégio, tinha sido furtado. O que ele não esperava, é que enquanto se dirigia para a delegacia fazer o registro de ocorrência, todos os envolvidos no programa, estavam mobilizados em lhe ajudar. Quando voltou para o auditório, foi surpreendido com a doação de R$10.700, valor que superou o custo do seu antigo carro, avaliado em R$6.000. A doação foi fruto do desprendimento de cada participante do evento e do encontro de esposas de anciãos que acontecia de forma paralela.

“Quando eu notei a falta do carro, avisei primeiro a minha esposa e então oramos a Deus”, conta Jair. “Eu falei pra Deus que sei que nada acontece sem que Ele permita, e que eu sei que Ele é um Deus de amor e que eu dependia do carro, mas confiava nEle para me ajudar. Ele me respondeu. Deus é amor, e sua igreja é amor. É através dela que ele resolve nossos problemas e os problemas do mundo”, acrescenta.

Preparados parar sair e pregar

Ainda na ocasião, a jovem Betina Ena, demonstrou publicamente o seu desejo de seguir a Jesus através do batismo. Ela conheceu a fé adventista através de cuidados missionários desenvolvidos pelo ancião Ricardo Karwatzki e sua esposa Ana Cláudia Karwatzki, que congregam na igreja de Safira, Porto Novo, Porto Alegre.

Afim de que possam presenciar futuramente um batismo de perto, como aconteceu com o casal, cada ancião ganhou uma beca batismal onde estava escrito “discipulador”.  Todos eles, foram desafiados a se envolverem nas unidades de ação da Escola Sabatina, cuidar de pessoas, e trabalhar de forma apaixonada pela missão.  [Equipe ASN, Andréia Silva]

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox