Notícias Adventistas

Jovem conhece Igreja pela internet e se torna adventista no Rio

A descoberta aconteceu quando fazia uma pesquisa sobre vegetarianismo.

Por Douglas Pessoa

Cleyvert Pacheco se batizou durante encontro de líderes, no Ipae.

Aprender mais sobre espiritualidade e vegetarianismo sempre foi uma busca importante na vida de Cleyvert Ribeiro Pacheco. O jovem professor, que vive em Teresópolis, na Região Serrana do Rio, gosta de procurar informações sobre esse tipo de dieta para se alimentar bem e ter uma melhor qualidade de vida. Em uma busca Cleyvert teve uma surpresa, o que despertou um antigo anseio do coração. “Através da pesquisa que eu estava fazendo acabei encontrando um artigo sobre Ellen White. Aquilo me chamou atenção pois o texto falava sobre vegetarianismo de uma maneira coerente. Foi então que, no rodapé do site, eu vi o nome da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Assim, decidi procurar saber mais sobre essa Igreja”, narra.

No entanto, até esse dia Cleyvert já havia tido outras experiências religiosas diferentes. “Eu cresci em uma família evangélica e, quando cheguei a uma determinada idade, já não sentia mais tanta ligação com a igreja”, compartilha. Foi nessa época que o jovem começou a ter mais contato com amigos de origem japonesa, que lhe apresentaram a religião budista. “Eles acabavam me falando sobre o budismo e tudo mais. Daí comecei a pensar ‘será se isso faz sentido?’. Foi então que eu comecei a procurar saber mais sobre o assunto. Cheguei a estudar com eles sobre a religião, participar de retiros espirituais, fazer recepção dos monges e outras atividades”, conta. Dessa forma, Cleyvert ia se envolvendo cada vez mais com a religião oriental.

Mas a sensação de vazio que ele havia sentido quando era evangélico acabou voltando, levando-o parar e refletir melhor sobre o que estava fazendo. Ele começou a se questionar se aquele era mesmo o caminho que faria sentido na sua vida. “Eu solicitei afastamento do templo budista por um período para refletir. Quando saí, eu comecei a pedir a orientação de Deus para me dar uma luz sobre os questionamentos que eu fazia”, confessa. Nessa época, Cleyvert já sabia da existência dos adventistas e decidiu fazer uma visita na Igreja no sábado seguinte.

“Quando cheguei lá eu não tive dúvida de que ali era o meu lugar. Senti uma alegria semelhante àquela que eu tinha quando era criança”, afirma. Foi então que o jovem começou a participar de uma classe bíblica e a frequentar assiduamente os cultos.

Cleyvert foi batizado durante o encontro de líderes, no Ipae.

Com o passar do tempo, Cleyvert sentiu o desejo de ser batizado e se tornar oficialmente adventista do sétimo dia. Esse anseio virou realidade no encontro que reuniu líderes das igrejas do Rio e da Região Serrana em Petrópolis, no último final de semana. O encontro teve como objetivo fazer um levantamento do crescimento que os adventistas obtiveram no território carioca e apresentar os desafios e metas que deverão ser alcançados no próximo ano. “Esse é um encontro de fechamento das atividades, mas que também visa os projetos da Igreja para 2018. Nós apresentamos os desafios para os líderes de departamentos a fim de que eles tenham em mente as metas para poderem começar a trabalhar já em janeiro”, explica o pastor Jossimar Paim.

Mais de mil pessoas que atuam em áreas como Ancionato, Ministério Pessoal, Ministério Infantil e Escola Sabatina participaram do encontro, que se estendeu por todo o dia. Eles puderam conhecer de perto a história do Cleyvert Pacheco e assistiram à emocionante cerimônia pública de entrega que confirmou a certeza da sua decisão. “Meu sentimento hoje é de tranquilidade, paz e alegria. Eu sei que ainda tenho muito trabalho e aprendizado para vivenciar. Eu quero cada vez mais estar envolvido com os projetos da Igreja e mais próximo de Deus”, conclui.

Veja abaixo algumas fotos do encontro na qual Cleyvert foi batizado. 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox