Notícias Adventistas

Comunidade ribeirinha é impactada pela Igreja que Navega

Comunidade do Piraí, localizada a cerca de 70 km de Barrerinha,Am

Barreirinha, AM…[ASN] A comunidade de Piraí fica localizada a cerca de 70 km de Barreirinha, no Amazonas, aproximadamente 40 minutos de voadeira. E foi ali, às margens do rio Andirá, que a Igreja que Navega realizou seu segundo trabalho evangelístico no primeiro ano do projeto.

Mas, nem sempre o acesso da mensagem do evangelho foi fácil nessa comunidade. Por ter uma forte influência de certa denominação religiosa, a introdução de outras vertentes era muito difícil e até perigosa, algumas vezes, pois alguns moradores não aceitavam a entrada de outras doutrinas. É o que conta o servidor público Claudécio Pereira, que também é ancião da Igreja Adventista do Sétimo Dia em Barreirinha e uns dos missionários na comunidade de Piraí. “Deus tem sempre um plano para as nossas vidas, pois houve pastor que foi violentamente expulso dessa comunidade por querer pregar o evangelho, e agora a igreja voltou, e muitas almas foram ganhas para Cristo”, relata.

A Igreja que Navega havia chegado há mais de um mês na comunidade de Piraí e em parceria com a ADRA, que já fazia um trabalho assistencial em comunidades próximas, as mensagens de saúde, comportamento e, principalmente, do evangelho de Cristo foram pregadas para os moradores dessa comunidade. As palestras e atendimentos eram inicialmente realizados no auditório da Igreja que Navega e todas às noites a comunidade lotava as dependências do “navio-igreja” para ouvir a mensagem divina e receber atendimentos. No decorrer desses dias de serviço e pregação para os ribeirinhos, mais de 70 pessoas foram batizadas, formando assim o grupo de membros para a nova Igreja Adventista do Sétimo Dia da comunidade de Piraí.

Novo templo inaugurado na comunidade do Piraí

Para coroar o trabalho realizado na Comunidade de Piraí, um bonito templo foi fundado no centro da comunidade. E no dia da inauguração do templo, mais 15 pessoas foram levadas ao batismo e outras dezenas de pessoas tomaram a decisão de conhecer mais da mensagem de Deus.

O estudante Luciano Desideri foi um dos batizados no dia da inauguração da nova igreja. Ele afirma que está muito feliz com a decisão tomada. Luciano cantava em festas com os amigos, porém no dia do seu batismo cantou, pela primeira vez, uma música para Cristo. “Eu cantava em bares e festas e sempre gostei muito de cantar, mas nunca havia cantando uma música evangélica. Depois que a igreja adventista chegou na comunidade, eu comecei a visitar e percebi que ali era o lugar onde eu deveria ficar e eu estou muito feliz por ter tomado essa decisão. E agora vou buscar trazer meus amigos que ainda estão no mundo para conhecer o Salvador”, afirma.

O pastor geral da Igreja Adventista do Sétimo Dia para os estados do Amazonas e Roraima, Wiglife Saraiva, conta da alegria de poder inaugurar o novo templo na comunidade de Piraí. “É uma grande alegria poder inaugurar a segunda igreja fundada, fruto do trabalho evangelístico da Igreja que Navega. Também de ver dezenas de pessoas sendo atendidas pelo projeto e principalmente aceitando Jesus como seu salvador”, conta.

Igreja que Navega realizou por mais de um mês um trabalho evangelístico na comunidade do Piraí.

A Igreja que Navega está apenas começando seu trabalho e irá viajar por vários rios da bacia amazônica visitando milhares de comunidades que ainda não têm a presença da Igreja Adventista. O pastor geral da Igreja Adventista do Sétimo do Dia para a região noroeste do país, Gilmar Zahn, relata que a igreja que navega é um projeto especial para alcançar comunidades remotas que não possuem o conhecimento do evangelho. O navio possui uma estrutura completa, com sistema de som, auditório, além de atendimentos diversos para alcançar as comunidades por onde passar. “A Igreja que Navega foi projetada para que a partir dela e do trabalho evangelístico realizado por ela, outras igrejas sejam fundadas em todas as margens dos rios do Amazonas. A nova Igreja da comunidade do Piraí é a segunda igreja fundada, fruto desse trabalho realizado pela Igreja que Navega”, relata. [Equipe ASN, Fabrício Gomes]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox