Notícias Adventistas

América do Sul distribui metade dos livros missionários do mundo

No sábado, 27 de maio, grande mobilização dos adventistas levou milhões de livros missionários a muita gente em oito países sul-americanos

Brasília, DF … [ASN] O mês de maio já se tornou bastante conhecido para os adventistas do sétimo dia na América do Sul. O projeto Impacto Esperança chegou a sua décima edição, neste dia 27 de maio, com uma mobilização forte dos 2 milhões e meio de membros para distribuir gratuitamente mais de 20 milhões de exemplares do livro Em Busca de Esperança para as pessoas. Obviamente que toda essa quantidade não foi entregue em um só dia, mas a expectativa é que isso ocorra nos próximos meses.

Segundo o pastor Almir Marroni, diretor mundial da área de Publicações da Igreja Adventista, nesse ano esse mesmo livro (de autoria de Ellen White) deve chegar a 40 milhões de exemplares em 40 idiomas diferentes. Em vários países, o dia de mobilização intensa para distribuição dos livros ocorreu em abril. Metade de todos esses exemplares é entregue no Brasil, Argentina, Bolívia, Peru, Chile, Paraguai, Uruguai e Equador, ou seja, o território administrado pela Divisão Sul-Americana da denominação. Na última década, foram entregues mais de 170 milhões de livros nesses locais. No planeta, Marroni calcula que até o final de 2017 a soma dos exemplares entregues nos últimos 10 anos será de 400 milhões em todos os continentes.

Veja algumas imagens que marcaram esse dia 27:

Integrantes da Força Nacional

Alguns relatos sobre o impacto do livro, nesse sábado, chamam a atenção. Um deles foi relacionado a alguns integrantes da Força Nacional, em Brasília. O adventista Mateus Castanho, membro da Igreja Adventista Central da capital federal, pensou que, nesse sábado, 27, só iria ajudar uma equipe de jovens que distribuía livros no maior parque da cidade. Foi quando passou pela região da Esplanada dos Ministérios (onde fica a sede do Governo Federal do Brasil) para ver como estava o local depois de fortes manifestações realizadas na última quarta-feira, 24. Lá, ele e outro amigo encontraram com cerca de 50 policiais da Força Nacional, cansados e um pouco abatidos por conta da situação ocorrida dias antes. “Parei para conversar com um deles, para ver como estava o humor deles. Ele estavam realmente inconformados com tudo. Consegui 50 livros e doei”, relata Castanho. Vários policiais começaram a ler e até pediram para que fosse feita uma foto com os adventistas.

Malabarismo

No Paraguai, o contador Jordão do Vale, de 26 anos, participou do Impacto Esperança na cidade de Assunção. Com sua dupla missionária, um dos livros que entregou foi para o colombiano Didier, enquanto este trabalhava com malabarismos no semáforo. A primeira coisa que o malabarista falou foi que precisava de um tênis, ao que Jordão respondeu: “não tenho aqui, mas vou buscar, se você esperar uns minutos”.

Ele disse que sim, iria esperar, mas sem muita confiança. O adventista distribui o restante de seus livros, foi à sua casa e voltou com o tênis nas mãos. Ao ver a cena, Didier não pode conter as lágrimas. Quando convidado a conhecer a Igreja Adventista, disse que sim, iria com muito prazer. Ele está sendo esperado já para a próxima quarta-feira. Jordão, por sua vez, prometeu a si mesmo ser seu instrutor bíblico.

Mobilização digital

No mundo digital, que ainda está interligado com o mundo offline, os números dessa mobilização, somente no dia 27, impressionam. No Twitter, segundo apurou a área de Estratégias Digitais da sede sul-americana adventista, foram 1.771 tweets que alcançaram mais de 1 milhão e meio de pessoas em português.

Em espanhol, foram 26.652 tweets que alcançaram 2.6 milhões de pessoas com 46 milhões de impressões. Já no Instagram, foram 994 postagens relacionadas ao tema e um alcance de 1 milhão de pessoas em português e 671 posts em espanhol.

O site www.esperanca.com.br, para onde o livro sugere que as pessoas acessem e conheçam mais sobre esperança, registrou, nos últimos sete dias, 18 mil visitas. Esse incremento de visualizações no site é atribuído à entrega do livro.

Outro site, o que teve cobertura com fotos e vídeos do Impacto Esperança, alcançou mais de 6, 500 visualizações, em português, somente no dia 27. Já em espanhol chegou a mais de 1.400 acessos apenas um dia.

Conceito missionário

O pastor Erton Köhler, presidente da Igreja Adventista na América do Sul, tem uma concepção bem clara do Impacto Esperança no que diz respeito a esse aspecto estratégico. Ou seja, o fato de um livro ser entregue em massa ao invés de, por exemplo, folhetos. “O Impacto nos trouxe o conceito de uma revista bonita e, depois, de um livro. Raramente as pessoas jogam fora. Mostra uma igreja que se preocupa em oferecer algo de mais qualidade. Eu entendo que os membros têm mais prazer de testemunhar com o livro pela resposta que eles veem das pessoas que recebem”, comenta. [Equipe ASN, Felipe Lemos, com informações de Dayane Fagundes]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox