Notícias Adventistas

Fiéis inauguram Igreja e centro de qualidade de vida em Copacabana

Inaugurações marcam início do projeto de alcançar a Zona Sul do Rio de Janeiro.

Adventistas inauguraram dois espaços no mesmo dia.

Rio de Janeiro, RJ… [ASN] Formada por 18 bairros litorâneos, sendo que sete deles possuem o metro quadrado mais caro do Brasil, a Zona Sul do Rio de Janeiro se tornou um desafio evangelístico para a Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD). A região possui apenas nove congregrações, sendo que duas delas se localizam nas comunidades da Rocinha e do Vidigal e outras três são grupos de atuação específica, como o Templo Judaico Adventista e o projeto Lugar de Paz, ambos funcionando nas dependências das unidades do Hospital Silvestre. Ou seja, bairro populosos como Ipanema, Jardim Botânico, Gávea e Leblon não possuem igrejas adventistas em seus territórios.

Leia mais

Mas se depender do empenho e envolvimento que os fiéis vêm demonstrando nos últimos meses essa situação irá mudar. Uma amostra disso foi a distribuição de exemplares do livro Em Busca de Esperança nas ruas e na orla de Copacabana, o bairro mais populoso da Zona Sul. Servidores do escritório que administra a igreja no Rio, em parceria com fiéis da única congregação do bairro, distribuíram de três mil livros para moradores e pessoas que frequentam o mais famoso bairro carioca. A entrega dos livros aconteceu durante a tarde do primeiro sábado de setembro (02). Uma data bastante significativa para os fiéis de Copacabana. Isso porque era o último sábado antes da inauguração da nova sede da igreja no bairro. A realização de um sonho de 27 anos. “Em todo esse tempo a igreja esteve funcionando em um salão dentro do estacionamento do Hospital São Lucas. Mas agora, após esforços conjuntos de inúmeros fiéis, conseguimos um espaço amplo e bem localizado no centro bairro”, explica o pastor Marcos Aguiar, líder dos adventistas no Rio de Janeiro.

Igreja e Instituto contam com salas infantis.

Com presença maciça de fiéis e pastores que lideram a IASD na Região Sudeste e na América do Sul, a noite de quarta-feira (06) se tornou história. Eles puderam conhecer o novo templo que conta com salas infantis, instalações para cerimônias batismais e uma nave confortável e aberta para receber moradores e visitantes do bairro. “Nossa igreja está estabelecida aqui há muito tempo, mas por diversos motivos não tínhamos tipo oportunidade de ter um templo. Hoje Deus abriu as portas e nos deu meios de construir a igreja em um local maior e mais visível. Eu acredito que Deus tem planos especiais para a população de Copacabana neste momento. Por isso agora ele está nos dando recursos para fazer um trabalho mais marcante na região”, contextualiza o pastor Erton Kohler, líder da IASD para toda América do Sul.

E esse trabalho mais presente teve início no mesmo dia com a inauguração de um centro de qualidade de vida chamado Instituto do Bem-Estar. Um espaço, localizado a uma quadra da nova igreja, onde gratuitamente voluntários vão oferecer cursos de culinária vegetariana, cuidados na terceira idade, aulas sobre como deixar de fumar e outras atividades que visam melhorar a qualidade de vida. Divididos em salas equipadas e adaptadas para todas as faixas etárias, o público terá atividades diferentes toda semana e não precisará pagar nada por isso. A ideia é apresentar o estilo de vida adventista através de hábitos que melhoram a qualidade de vida e, dessa maneira, mostrar como a religião cristã é algo real e necessário na vida delas.

Instituto oferecerá qualidade de vida para os moradores de Copacabana.

A construção conjunta do Instituto do Bem-Estar e da nova Igreja de Copacabana tem o objetivo dar ferramentas para os fiéis quebrarem a já conhecida resistência que pessoas de alto poder aquisitivo têm com a religião tradicional. Resistência tal que tem sido motivo da a fraca presença adventista nos bairros cariocas da Zona Sul. “Nos grandes centros urbanos existe uma tendência a haver uma aversão em adentrar espaços que se caracterizam como templo. Então foi necessário que nós criássemos espaços mais ‘neutros’ em sua forma arquitetônica para chamar a atenção. Hoje você tem um espaço que te atrai justamente por não ter essa característica tradicional de templo”, explica Leonardo Araújo, arquiteto responsável pelo projeto do Instituto e da nova igreja. Segundo ele, oferecer espaços amplos e confortáveis, como as salas do Instituto do Bem-Estar, é fundamental para chamar a atenção das pessoas para as atividades oferecidas e que consequentemente apresentarão para elas o estilo de vida adventista. “É um espaço em que nós procuramos colocar ali tudo o que há de mais moderno e leve, visualmente falando. A ideia é fazer dele um lugar extremamente atrativo”, pontua o arquiteto.

“Os dois espaços que inauguramos hoje têm dois objetivos praticamente iguais, mas com metodologias diferentes. O Instituto do Bem-Estar foi criado para desenvolver um ministério de serviço para a comunidade aqui de Copacabana. Já a Igreja tem uma outra estratégia, mas com objetivo de aproximar as pessoas de Deus, pois é uma casa de culto e de adoração. Portanto, na nossa maneira de ver, ambos os locais estão desenvolvendo o trabalho de Cristo de cuidar e salvar”, explica o pastor Leonardo Pombo, administrador financeiro da IASD no Rio.

Já o pastor Marcos Aguiar destaca que as duas inaugurações são marcantes para a igreja no Rio de Janeiro pois simbolizam o empenho de levar a mensagem adventista para o público segmentado da Zona Sul. “Elas marcam o processo da igreja de entrar nessa região. O início foi há muitos anos atrás com a igreja do Botafogo. Agora, após Copacabana, pretendemos estender esse trabalho para outros bairros como Ipanema, Leblon, Gávea e Jardim Botânico”, planeja. [Equipe ASN, Douglas Pessoa]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox