Notícias Adventistas

Restaurante vegetariano dentro da igreja faz sucesso na Finlândia

O estabelecimento tornou-se um dos mais populares na cidade, e tem ajudado a acabar com a hostilidade contra os adventistas na região

Interior do restaurante Karpalo (Arando)

Interior do restaurante Karpalo (Arando)

Kuusamo, Finlândia… [ASN] Paavo Hautala, pastor adventista do sétimo dia em uma pequena cidade finlandesa a apenas 60 quilômetros do Círculo Ártico, sentiu-se impressionado a abrir um restaurante vegetariano enquanto orava a Deus para que revelasse Sua vontade à igreja local. A ideia assustou o pastor.

Leia também: 

Sua cidade, Kuusamo, com 16 mil habitantes, é conhecida como uma comunidade que ama comer carne e com forte preconceito contra a maioria da cristandade. Os moradores locais advertiram o pastor de que a ideia do restaurante não funcionaria. Mas entre 15 e 20 membros da igreja local oraram ainda mais e os planos foram executados, disse Hautala.

Hoje, o restaurante Karpalo (Arando) é um dos estabelecimentos mais populares na cidade, e a hostilidade de longa data contra os adventistas está desaparecendo. Hautala disse que o segredo do sucesso da pequena igreja com o restaurante e outras iniciativas locais, como uma loja de roupas usadas, é simples. “Não pedimos a Deus para abençoar nossos planos, mas pedimos o plano dEle e Sua direção a cada passo”, afirma Hautala.

A história da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Kuusamo está inspirando os crentes adventistas em toda a Finlândia, a terra do sol da meia-noite, de renas e da aurora boreal, onde a igreja conta com cerca de cinco mil membros que prestam culto em 70 congregações, de acordo com a última estatística do Departamento de Arquivos, Estatísticas e Pesquisa da Igreja Adventista mundial.

Recentemente, Hautala contou a história do restaurante a um grupo de jovens adventistas visitantes do IMPACT Finland, uma organização liderada por jovens que realizaram sua primeira visita missionária a Kuusamo a fim de participar no trabalho em prol dos refugiados, na ação missionária da ADRA, na exposição sobre saúde e nas palestras públicas.

Hautala, 62, disse ao grupo que um encontro pessoal com a mensagem bíblica de saúde abriu o caminho para o restaurante. Ele contou que há sete anos sua condição de saúde estava tão ruim que ele quase morreu. Diante desse quadro, entendeu que tinha que fazer algo e decidiu adotar uma dieta totalmente vegetariana, sem carne, peixe, ovos e laticínios.

 

Perdeu bastante peso e sua saúde começou a melhorar vigorosamente. Quando seus médicos não adventistas viram o que tinha acontecido, declararam ter sido um milagre e interrogaram-no sobre o seu estilo de vida.

 

Surge a ideia do restaurante

Enquanto isso, Hautala começou a orar, em 2013, pedindo a direção de Deus sobre como alcançar sua cidade. Foi então que ele teve a ideia de abrir um restaurante totalmente vegetariano.

Mas ele precisava de dinheiro. Certo dia, Hautala estava orando em seu carro sobre o financiamento quando uma casca de bétula caiu no para-brisa de seu carro e ficou grudada. Na Finlândia, a casca da árvore simboliza dinheiro. Hautala disse que com isso Deus o lembrou de que não precisava se preocupar com o dinheiro e apenas confiar na provisão divina.

Com a energia renovada, Hautala, traçou um plano financeiro no carro. O plano funcionou, e a igreja local conseguiu abrir o restaurante nas suas instalações e na metade do custo usual.

Então, quanto Hautala não conseguia encontrar um nome para o restaurante, ele orou: “Senhor, Tu sabes o nome para o Teu restaurante”.

Ele disse que Deus abençoou com um nome bom e apreciado no local: Karpalo, que significa arando em finlandês. Agora, o nome também é usado nos programas de estilo de vida organizados pelos adventistas na Finlândia.

Por ocasião da abertura do restaurante, a igreja não tinha os 800 euros ($900) necessários para comprar comida. Então o pastor orou e convidou os trabalhadores da construção que haviam construído o restaurante para assistir à inauguração. Ele deu aos visitantes a oportunidade de fazer uma doação e angariou dinheiro suficiente para comprar a comida.

O restaurante é um lar espiritual

Agora o restaurante está funcionando, com sucesso, por três anos. Recentemente, o jornal local descreveu sua longevidade em uma cidade carnívora como um milagre. Na mesma edição, o jornal dedicou seis páginas com artigos referentes à igreja, o IMPACT e as atividades adventistas.

Muitos moradores locais influentes frequentam o restaurante e o consideram como seu lar espiritual, Hautala disse.

Às vezes, o pastor ora com os clientes. Um cliente, professor idoso que costumava criticar fortemente a Igreja Adventista, agora doa dinheiro para a ADRA; leu a História da Redenção, uma coleção de livro de autoria da cofundadora da Igreja Adventista, Ellen G. White; e está considerando deixar sua propriedade para a obra missionária da igreja.

Além do restaurante, a igreja local está envolvida no trabalho com os refugiados, dando aulas de finlandês e administrando uma loja de roupas usadas, com 100 clientes diários, nos últimos oito anos. A ideia da loja ocorreu durante uma manhã de reunião de oração quando os membros estavam pedindo a Deus sobre como prosperar seu trabalho, Hautala disse.

Como resultado desses esforços, a influência da igreja tem se expandido na comunidade, as pessoas têm feito cursos bíblicos por correspondência e vários moradores foram batizados. Atualmente, mais algumas pessoas estão perto de tomar a decisão por Jesus, disse Hautala.

Ele creditou a confiança total em Deus e a busca, em oração, dos planos de Deus para o sucesso dos esforços missionários da igreja. Entre seus versos favoritos da Bíblia está Efésios 2:10: “Pois somos feitura dEle, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas”. O pastor também considera com frequência as palavras de Ellen White no livro O Desejado de Todas as Nações: “Tão plenamente vazio do próprio eu era Jesus, que não elaborava planos para Si mesmo. Aceitava os que Deus fazia a Seu respeito, e o Pai os desdobrava dia a dia. Assim devemos nós confiar em Deus, para que nossa vida seja uma simples operação de Sua vontade” (p. 139).

“Se uma igreja, com uma frequência média de 15 a 20 pessoas pode fazer tudo isso, o que Deus pode fazer por meio de uma congregação com 150 a 200 membros que avança pela fé e pela oração?” Hautala disse. [Equipe Adventist Review, Joakim Hjortland]

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox