Notícias Adventistas

Pequeno Grupo revitaliza igreja de cidade vizinha

Grupo de Maringá estendeu ideia a todas as classes da Igreja Central

Unidade de Ação C6 realiza Escola Sabatina na Igreja de Itambé

Maringá, PR … [ASN] Para a maioria dos adventistas do sétimo dia, as classes da Escola Sabatina se restringem ao sábado de manhã e servem para recapitular o tema que foi estudado na Bíblia durante a semana. Porém, há quem não se acomode nesse formato, e acabe planejando e executando atividades fora desse ambiente e que visem a ajuda ao próximo e o melhor relacionamento entre os membros. Este é o Pequeno Grupo – uma integração entre este ministério e a Escola Sabatina.

Leia também:

Na Igreja Central de Maringá, que tem mais de mil membros, uma das 30 unidades de ação, a C6, é um exemplo disso. A unidade buscou ter mais que um encontro semanal para estudos, e sim um encontro social fora da igreja, para aproximar os membros e a comunidade – conhecido como o “encontro fora do encontro.”

“A cada 40 dias nós temos um culto de pôr do sol que fazemos juntos e saboreamos uma refeição com a classe. Realizamos também um segundo encontro dentro desse período, que pode ser um almoço ou até passar um sábado em uma chácara com nossa pequena igreja, a unidade de ação”, conta o professor da unidade, Capelatti Zeviani.

Além disso, os integrantes do Pequeno Grupo visitam todo sábado os que faltaram às reuniões e os que não podem mais ir à igreja, como os doentes ou idosos.

Indo além

Reuniões casuais fora da igreja são frequentes na unidade de ação

O que a unidade C6 estava fazendo já era algo acima da média. Porém, os membros e o professor decidiram revitalizar a igreja de Itambé, cidade próxima a Maringá. Uma vez por mês, eles visitavam essa comunidade, realizavam a Escola Sabatina, o culto, almoçavam com toda igreja e faziam visitas missionárias à tarde.

O projeto aumentou e eles conseguiram envolver todas as unidades de ação da Igreja Central de Maringá no mesmo ideal. Esse foi o embrião de um trabalho que cresceu com apoio direto dos pastores distritais, do curso de Teologia do Instituto Adventista Paranaense (IAP) e do departamento de Evangelismo.

A Igreja de Itambé passou de oito a aproximadamente 40 membros nos sábados, com três unidades, sendo uma de jovens, com uma sala estilizada. Elas também praticam o “encontro fora do encontro”.

“É com eles que quero ter encontros lá no Céu. Nossa unidade escolheu ser feliz e fazer os outros felizes. Ao decidirmos ajudar grupos e igrejas enfraquecidas por algum motivo, quem acaba ganhando somos nós mesmos, pois crescemos juntos com eles, nos fortalecemos com eles. E, com isso, nossa unidade tem vivido momentos incríveis de crescimento espiritual. Ajudando estes grupos, estamos ajudando a nós mesmos a permanecermos mais perto do nosso Salvador”, afirma Roberto Faustino, um dos membros da unidade C6. [Equipe ASN, Gustavo Cidral, com colaboração de Heron Lopes]

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox