Notícias Adventistas

Parceria com Hospital Adventista leva saúde para a Baixada Fluminense

Médicos especialistas e enfermeiros ofereceram atendimento gratuito em Duque de Caxias.

Cerca de 300 moradores receberam atendimento gratuito.

Duque de Caxias, RJ… [ASN] Dona Josete Gomes morou boa parte da vida no bairro caxiense de Saracuruna. Mas, por motivos pessoais, precisou se mudar no mês passado e deixar para trás o lugar que marcou sua trajetória. “Sempre que posso venho aqui. Apesar de estar do outro lado da cidade, nunca deixo de visitar meu amigos e parentes que vivem em Saracuruna”, conta.  A preocupação com a mudança acabou fazendo com que ela não se lembrasse de tomar a vacina contra a febre amarela, doença que registrou um forte surto nos últimos meses nos estados do Sudeste. Mas esse problema acabou sendo resolvido da maneira que ela menos esperava. Durante um passeio por seu antigo bairro ela ficou sabendo da campanha gratuita de saúde que estava sendo realizada ali próximo. “Eu vim visitar minha irmã que ainda mora aqui. Ela me falou que os adventistas estavam vaciando gratuitamente contra a febre amarela e eu vim garantir minha dose”, contou entusiasmada já na fila para o cadastro.

A campanha que vacinou Dona Josete e outros 180 moradores de Saracuruna faz parte do projeto “Circuito de Bem-Estar e Saúde” criado pelo Hospital Adventista Silvestre. A instituição leva médicos especialistas, enfermeiros e técnicos de enfermagem para o subúrbio do Rio e para bairros carentes da região metropolitana afim de oferecer atendimento gratuito. Através de uma parceria com a Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) do bairro e o clube de Desbravadores, os especialistas foram para o ginásio de um colégio e dedicaram a tarde do último sábado de julho para levar saúde, qualidade de vida e informação de qualidade. “A gente acredita que pode contribuir com as pessoas através da educação em saúde. Então esse é um projeto que está ligado a residência de enfermagem. Então com os enfermeiros residentes e com os médicos voluntários foi criado esse projeto de saúde”, explica Virgílio Gomes do Nascimento, líder e coordenador do projeto.

Leia também:

Médicos ofereceram palestras para os moradores.

Mais de 300 pessoas compareceram ao circuito que ofereceu aferição de pressão arterial, teste de glicemia e índice de massa corpórea. Além desses exames, os moradores assistiram palestras com especialistas em diversas áreas. Em cada sala de aula um médico fazia uma palestra diferente. Os moradores, inclusive, puderam ouvir orientações de uma ginecologista e um urologista que falaram sobre saúde da mulher e do homem, respectivamente.

Mas para direcionar todas essas pessoas foi preciso uma ajuda extra. Por isso os especialistas também contaram com a participação de consultores do projeto Saúde da Família. “A nossa intenção foi contribuir nesse atendimento e prestar um bom serviço para a população. Nossa preocupação é, além de trazer o cuidado com a parte física, é também oferecer um auxílio emocional”, conta Marcos Magalhães, líder dos consultores de saúde.

E para oferecer esse auxílio extra, os consultores se disponibilizaram a visitar os moradores que participaram do circuito de saúde em suas próprias casas. “Esse atendimento se estende aos lares dessas pessoas. Portanto, aqui é o início de um projeto que terá continuidade. Queremos trabalhar na transformação da vida dessas pessoas através de materiais que contribuem com a qualidade de vida”, pontua. Os consultores e voluntários do hospital também dedicaram tempo para as crianças. Elas foram direcionadas a uma sala e assistiram a peças teatrais educativas sobre cuidado com a saúde. [Equipe ASN, Douglas Pessoa]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox