Notícias Adventistas

Jovens amenizam sofrimento de pessoas em pronto socorro de Pelotas

Eles entregaram lanches, chá e oraram com pessoas que estavam na fila de espera ou que acompanhavam pessoas enfermas.

jovens pelotasPelotas, RS… [ASN] Na noite do último sábado (20), jovens adventistas do bairro Jardim América resolveram fazer a diferença na comunidade. Eles foram ao Pronto Socorro Municipal de Pelotas, munidos de lanches e chá para aquecer o coração de pessoas que estavam na espera por atendimentos ou eram acompanhantes de pessoas doentes. No fim, eles acabaram estendendo a campanha para enfermos e funcionários que atuavam no local, que também receberam com alegria o gesto de carinho.

Leia mais:

Jovens presenteiam família com reforma de casa em Gravataí

Em Porto Alegre, programa orienta líderes de Geração 148 e Escola Sabatina Jovem

A iniciativa nasceu no coração de Ená Rosa, líder dos jovens da igreja, que passou por uma situação semelhante. Ela e o irmão estavam no hospital, aguardando notícias do pai, que se encontrava enfermo. Foi nessa mesma noite que um grupo chegou oferecendo alimento e conforto espiritual aos dois. “É um momento muito triste, dolorido e tenso, no qual a gente não consegue nem mesmo sair do local para comprar coisas para comer, mesmo estando lá por bastante tempo. Daí, lá pelas 22h, chegou esse grupo de jovens, muito simpático, com um carinho imenso. Eles começaram a distribuir lanches, chá, suco e perguntavam se queríamos que eles orassem por nosso familiar”, conta.

Ená nunca mais esqueceu a ação feita pelo grupo, o que a fez refletir. “Se eles, que talvez não conhecem todas coisas que eu conheço, tem essas atitudes lindas, porque, nós, adventistas, que cremos em um Deus verdadeiro, não estamos fazendo isso?”, lembra. Foi então que ela levou a ideia ao grupo, que, em um primeiro momento, arrecadou alimentos necessários em padarias e mercados do bairro. Depois, usaram a estrutura da igreja local para preparar a refeição e, por fim, foram entregar os lanches.

Segundo ela, os voluntários que participaram da ação foram até mais abençoados do que as pessoas do local por se sentirem úteis para ajudar. Eles contaram de maneira alegre que, muitas pessoas, mesmo em meio a dor e sofrimento, lhes recebiam com sorrisos no rosto e pedindo que continuassem fazendo o ato pelos outros. “É simplesmente maravilhoso ver e ouvir o agradecimento das pessoas e saber como elas se sentem ao receber um pouquinho de atenção, mesmo que por um curto momento”, revela Ená.

De acordo com a líder, a ideia é que, em breve, um coral de jovens vá aos corredores do hospital cantar para confortar os doentes. [Equipe ASN, Willian Vieira]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox