Notícias Adventistas

Calebes batizam e reformam casa de irmãos idosos

Calebes-batizam-e-reformam-casa-de-irmãos-de-idosos

José de Ribamar e Maria Deuza foram batizados e irão receber assistência social com a ajuda dos Calebes

Imperatriz, MA…[ASN] Os Calebes do Bairro Beira-Rio em Imperatriz, sul do Maranhão, estão fortemente envolvidos com o evangelismo local. Na manhã desta terça-feira, eles acompanharam o batismo de José de Ribamar, de 76 anos e de sua irmã, Maria Deuza, um ano mais nova que ele. O batismo ocorreu no Rio Tocantins, nas proximidades da casa dos dois irmãos.

O senhor Ribamar tem problemas cardíacos e já quase no fim de sua vida tomou a decisão de ser batizado nas águas, conforme a Bíblia orienta: “Passei 40 anos estudando a Bíblia e agora chegou minha vez, estou feliz”, disse o idoso. A irmã tomou também a decisão por influência: “Depois que eu cheguei aqui me deu vontade de ser batizada também, porque achei tão linda a decisão dele; só faltava nós dois”, afirmou Maria Deuza, que também vinha estudando a Bíblia há muito tempo.

O Projeto Missão Calebe é um programa voluntário, serviço social e testemunho que desafia os jovens adventistas a dedicarem suas férias ao evangelismo em lugares onde não há presença adventista, para fortalecer as congregações pequenas e conquistar novas pessoas para o reino de Deus.

Os Calebes do distrito Central de Imperatriz, liderados pelo pastor Hugo Gallardo, vão ainda fazer pequenos reparos na casa do senhor Ribamar e dar a assistência que ele e sua família estão precisando.

Calebes-batizam-e-reformam-casa-de-irmãos-de-idosos

Cerca de 4 mil Calebes estão espalhados pelo sul do estado, dedicando suas férias à Deus e ao próximo

Dentre os calebes envolvidos, está Lourival Ribeiro Junior, acadêmico de Administração, e está a apenas dois meses de sua formatura. O universitário conta que participar da Missão Calebe este ano está sendo desafiador e gratificante: “Quando eu me batizei decidi ser um agente do Reino de Deus”, o jovem confidencia ainda que embora precise estudar para a seleção do mestrado, não iria deixar de ser um calebe: “Abdiquei das minhas férias do trabalho e a ideia era estar estudando para o Mestrado que tanto sonho, mas Deus me diz que preciso buscar primeiro o Reino dEle e as outras coisas serão acrescentadas”, confirma.

Para a estudante do primeiro ano do Ensino Médio, Letícia Gomes, trabalhar na Missão Calebe está além de suas expectativas: “Eu sempre via fotos, vídeos, notícias e ficava curiosa para saber se é mesmo tão bom assim, e agora estou aqui com minha irmã e nosso objetivo é ser uma bênção na vida das pessoas”, afirma.

No sul do estado cerca de 4 mil Calebes estão espalhados em diversos pontos de evangelismo, e a estimativa é de que finalize com muitas decisões sinceras ao lado de Cristo. [Equipe ASN, Simone Joe]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox