Notícias Adventistas

Unasp São Paulo recebe prêmio Trote Solidário

Representantes e alunos do Centro Universitário Adventista recebem Salva de Prata pelo 1º lugar no Prêmio Trote Solidário.São Paulo, SP…[ASN] A Câmara Municipal de São Paulo realizou, na noite do dia 24 de maio, a cerimônia de entrega do Prêmio de Cidadania Universitária Edison Tsung-Chi Hsueh – Trote Solidário. O Centro Universitário Adventista de São Paulo, campus São Paulo (Unasp SP), recebeu o 1° lugar da premiação que visa incentivar entidades de ensino superior a recepcionarem os alunos calouros com ações humanitárias ao invés de permitirem trotes ofensivos.

Durante o ano letivo os alunos do Unasp SP envolvem-se em diversas atividades de prestação de auxílio a comunidades carentes na região sul da capital paulista. Através do Unasp Solidário, projeto permanente do centro universitário, os diferentes cursos da graduação, em todos os níveis, trabalham de forma integrada em benefício e solidariedade aqueles que necessitam.

O presidente da Câmara Municipal de São Paulo, José Police Neto, ressaltou a importância que o trabalho realizado pelo Unasp SP possui para a sociedade paulistana. “O Unasp vem formando cidadãos, e isso é motivo de orgulho para a cidade de São Paulo. O pequeno reconhecimento hoje, recebendo o prêmio de cidadania universitária, aponta um pouco aquilo que está nos fundamentos e princípios do Unasp”, afirmou.

A participação no Trote Solidário trouxe um incentivo maior para os estudantes, pois todos os que chegam à instituição são recepcionados com a oportunidade de, junto aos veteranos, prestarem serviço à sociedade.  Para o diretor geral do campus, Helio Carnassale, o Trote Solidário é uma fonte de motivação para a vocação que escola já possui em ações solidárias. “Mais importante do que o prêmio, para mim, é a motivação filosófica que está por trás disso. É passar a compreensão para nossos alunos que estão chegando de que nós somos uma instituição diferente e entre esses diferenciais está o serviço desinteressado em favor do semelhante”, enfatiza.

Ações – Entre as diversas ações que o Unasp Solidário realizou estão as feiras de saúde que ofereceram coletas de exames para populações distantes de um posto de saúde. Cada vez mais as feiras promovidas pelo Unasp SP estão complementando o atendimento com o auxílio de diversas áreas da graduação.

Desde a participação das crianças em brincadeiras pedagógicas, e a curiosidade delas em descobrir a respeito de atividades fisioterápicas e sobre a pirâmide alimentar, a ajuda para desenvolver o primeiro currículo profissional de um jovem e até a atenção prestada aos idosos, através de atendimento clinico psicológico, fazem com que a comunidade seja amparada por completo.

Creches e asilos receberam doações em litros de leite. Por meio de o projeto Sonhar Colorido as principais vias de acesso da Comunidade Jardim Colombo foram pintadas em tons vivos. Como tentativa também de mostrar para os moradores que eles possuem a oportunidade de enxergarem a comunidade com uma visão esperançosa quanto ao futuro.

O Unasp Solidário desempenhou ainda o levantamento do senso na Comunidade Jardim Colombo. Os dados, analisados recentemente, irão auxiliar atuações mais precisas de acordo com as reais necessidades do local. Além dessas, outras iniciativas foram também realizadas. A maior parte esta consolidada em projetos fixos.

O servir – A diretora do Programa de Apoio ao Discente (PROAD), Hildenir Bahia, reforçou que o trabalho realizado pelo Unasp SP é permanente. “Aqui está o retorno de todo o esforço de todos os nossos estudantes, professores, diretores. Esse prêmio que recebemos, ele de fato, tem uma importância vital. Porque o Unasp tem mesmo um compromisso com o servir e o servir sempre. Não apenas neste momento, mas como instituição estamos sempre engajados nesse compromisso”, enfatiza.

Na companhia da professora Cristina Tavares, coordenadora da extensão universitária, juntas organizaram e estiveram à frente de cada um dos projetos reconhecidos na premiação. “Muitas outras pessoas se envolveram, participaram. Coordenadores de cursos, professores, mas essas duas professoras é que puxaram a fila e criaram o barulho, a ebulição, a movimentação no campus contagiando todo mundo para que nós alcançássemos os nossos propósitos”, destaca Carnassale.

O presidente da câmara considera a atitude do Unasp SP um elemento vigoroso e de avanço para a cidade de São Paulo. Pois, segundo ele, o fato de formar profissionais e cidadãos, a partir da atividade universitária, é fundamental para ter uma cidade justa e sustentável. “Para a Câmara hoje, ela se preencheu com um pedacinho, 50 alunos do Unasp, dos cursos de Enfermagem e de Pedagogia, dentre os três mil alunos que lá, todo dia, vitaminam a zona sul da cidade de São Paulo. Para a Câmara é motivo de orgulho não só o prêmio, mas a existência do Unasp”, conclui José Police Neto. [Equipe ASN, Murilo Bernardo]

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox