Notícias Adventistas

UNASP reúne gestores e professores com ênfase na inovação do ensino

Nos dias 23 e 24 de janeiro, o UNASP reuniu 130 gestores e corpo docente com o objetivo de planejar as atividades para o ano de 2018.

25 de janeiro de 2018

Encontro reuniu 130 gestores e administradores.

São Paulo, SP… [ASN] Nos dias 23 e 24 de janeiro, o Centro Universitário Adventista de São Paulo, UNASP, reuniu gestores e corpo docente com o objetivo de planejar as atividades para o ano de 2018. Na ocasião, eles também discutiram novas estratégias e métodos de ensino visando acompanhar as necessidades contemporâneas dos estudantes e as tendências da educação para o futuro.

Leia também:

Na terça-feira, dia 23, a reitoria apresentou para o grupo composto por 130 gestores, os cinco pilares estratégicos que vão nortear as metas do UNASP durante o ano. Senso de Missão; Performance de Qualidade; Dinâmica Integradora; Inteligência Competitiva e de Mercado e Solidez Financeira são os pilares que foram apresentados pelo reitor, doutor Martin Khun e fazem parte do documento entregue (também disponível na versão digital) para todos os gestores.

O reitor explica que o documento apresentado foi construído com a participação dos dirigentes dos campi e reitoria. Sendo, portanto, resultado de encontros e reuniões para planejamentos e análises que ocorreram nos últimos meses. Desta forma,  as diretrizes e os planos traçados visam unificar todo o UNASP em prol de um trabalho direcionado para servir ao aluno e à comunidade.

“Eu espero que em 2018 o UNASP cresça muito e consolide a sua qualidade. Que os alunos saiam bem formados, percebam isso e que assim cumpramos a missão de educar bem e de servir ao nosso país na perspectiva dos valores que temos como base”, destacou o reitor Kuhn.

O chanceler do UNASP, Euler Bahia, conduziu os gestores a refletirem sobre contextos contemporâneos externos, tanto no campo filosófico quanto no campo tecnológico e suas influências na educação. Após o momento de almoço, o secretário geral do UNASP, Marcelo Franca, conduziu a cerimônia de posse dos líderes e dirigentes que assumiram seus cargos desde o ano anterior.

Na sequência, o pró-reitor de graduação, doutor Afonso Cardoso, apresentou as perspectivas do UNASP frente a nova legislação que orienta o ensino superior no Brasil. Ele também convidou a doutora Susana Rangel, que contribuiu com detalhamentos sobre a importância do bom desempenho nas avaliações do MEC e Enade.

Para o reitor do UNASP, Martin Khun, 2018 será de crescimento e integração.

Inovação e Ensino

Convidado para uma conversa interativa com o corpo docente do UNASP, o doutor Ryon Braga, diretor da Associação Brasileira de Mantenedoras de Educação Superior, ABMES; presidente da Atmã Educar; diretor-presidente da Faculdade Uniamérica em Foz do Iguaçu e autor de quatro livros na área de educação, expôs diversos exemplos e oportunidades de inovação no ensino superior.

O palestrante apresentou o modelo híbrido que mescla ensino presencial e à distância como fator preponderante para o bom desempenho do estudante e o alcance de um aprendizado efetivo. Ele destacou a relevância das metodologias ativas de aprendizagem como meio para que o aluno conquiste mais resultados e obtenha crescimento cognitivo ao ser desafiado com problemas e projetos reais de sua área de formação. Neste modelo de ensino, o papel do professor é fundamental, pois é quem cria as oportunidades de conhecimento e orienta o universitário que, por sua vez, identifica a própria autonomia e responsabilidade sobre o que estuda e exerce na prática.

“O estudante passa a buscar o conteúdo e o professor a orientar essa busca. Parece algo trivial, mas não é. Isso exige preparo muito grande do professor para usar essas metodologias ativas que já estão sendo trabalhadas no mundo inteiro através de Stanford; Harvard; MIT e nas grandes universidades europeias. O Brasil tem absorvido essa evolução e as principais instituições estão saindo na ponta como o UNASP preparando o seu professor para utilizar metodologias ativas que exigem que o educador saia da atitude de mero reprodutor de informações para ser um agente de construção do conhecimento com o aluno. Não só no modelo presencial como no modelo EAD a partir do ensino híbrido que é uma das grandes tendências da educação mundial”, explicou Braga.

Cerca de 300 professores assistiram à exposição do assunto que aconteceu no templo do campus Engenheiro Coelho, na quarta-feira, dia 24. Alguns professores participaram da discussão contribuindo com opiniões diferentes e direcionando perguntas ao orador.

“As palestras têm nos levado a uma reflexão intensa sobre o que estamos fazendo, a maneira como estamos fazendo e que nós podemos avançar bastante, se quisermos. Nos ofereceram possibilidades profundas e interessantes no sentido de que já pensamos em algumas coisas nessa direção. Exposições assim confirmam e endossam algumas crenças e  valores que nós temos”, considerou a professora Selma Fonseca, assessora pedagógica do ensino superior no UNASP, campus Hortolândia. [Equipe ASN, Murilo Pereira]

 

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox