Notícias Adventistas

Projeto Trânsito Legal conscientiza pedestres e motoristas no Rio

No Rio de Janeiro, 41% dos atropelamentos são causados por excesso de velocidade e as infrações no trânsito são mais frequentes, seguidos de São Paulo (26%) e Brasília (21%). Para ajudar a reduzir esse número e conscientizar condutores a uma postura mais educada no trânsito, alunos e colaboradores da Escola Adventista de Nova Iguaçu (EANIG) realizaram na última segunda, dia 11, o projeto Trânsito Legal. Projeto que contou com o apoio da Prefeitura de Nova Iguaçu, Secretaria de Trânsito, Transporte e Mobilidade urbana que visou conscientizar pedestres e motoristas de Nova Iguaçu, no Rio.

No dia 11 de setembro de 2001, o mundo parou por causa do atentado nos EUA, onde cerca de 3 mil pessoas morreram. No Brasil, o trânsito faz o mesmo número de vítimas todos os meses, índice de fatalidade quatro vezes maior ao de países desenvolvidos.

No Rio de Janeiro, 41% dos atropelamentos são causados por excesso de velocidade e as infrações no trânsito são mais frequentes, seguidos de São Paulo (26%) e Brasília (21%).

Projeto Trânsito Legal EANIG

Faixa pelas ruas de Nova Iguaçu

Para ajudar a reduzir esse número e conscientizar condutores a uma postura mais educada no trânsito, alunos e colaboradores da Escola Adventista de Nova Iguaçu (EANIG) realizaram na última segunda, dia 11, o projeto Trânsito Legal. Projeto que contou com o apoio da Prefeitura de Nova Iguaçu, Secretaria de Trânsito, Transporte e Mobilidade urbana que visou conscientizar pedestres e motoristas de Nova Iguaçu, no Rio.

Cerca de 10 mil panfletos e revistas foram distribuídos pelos alunos no intuito de conscientizar os pedestres e condutores a terem mais calma no trânsito. Cartazes e faixas com frases ‘Vá com calma, sua família espera por você’ foram erguidos pelos alunos para chamar a atenção e causar impacto aos que passavam pela rua.

Segundo o diretor da EANIG, Thiago Carnielli ‘o objetivo do projeto é conscientizar as pessoas de que precisamos ter mais calma e mais responsabilidade ao dirigir. É muito gratificante você ver as pessoas sendo receptivas às abordagens dos alunos, isso demonstra que estamos no caminho certo para continuar ajudando a melhorar o trânsito em nossa cidade’.

Ana Clara de Souza Portella e Maria Eduarda Souza Ferreira, alunas do 6º ano A, disseram estar felizes em poder participar do projeto e que ‘foi muito bom, pois as pessoas acenavam, buzinavam, alguns diziam: É isso mesmo! Realmente conseguimos conscientizar muitas pessoas hoje!’, comentaram as meninas.

Thiago Luis da Silva que atua como Coordenador Disciplinar da EANIG ressaltou que ‘além do reconhecimento, as pessoas perguntavam qual era a escola que idealizara o projeto e parabenizavam pela iniciativa’.

‘Quando vejo os adolescentes preocupados em conscientizar os condutores, fico feliz, pois tenho certeza de que na idade adulta vão dirigir com responsabilidade. Penso que todas as escolas deveriam incentivar os alunos e pais a fazerem o mesmo’, precisou Ângela, pedestre. [Equipe ASN, Fabiana Lopes com colaboração de Thiago Carnielli]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox