Notícias Adventistas

Princesa da Dinamarca se emociona ao ouvir coral da Escola Adventista

Alunos da Escola Adventista de BotafogoRio de Janeiro, RJ…[ASN] Na quinta-feira, 20 de setembro, a princesa da Dinamarca, Alteza Real Mary, esteve no Rio de Janeiro visitando o Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF), com objetivo de conhecer o trabalho desenvolvido pelo Centro de Referência Nacional e Iberoamericano de Bancos de Leite Humano.

O evento contou com a participação musical dos alunos da Escola Adventista de Botafogo,que apresentaram um repertório com letras referentes ao aleitamento materno, com dramatização e vídeo, destacando a importância da criação do Dia Mundial da Doação de Leite Humano, tendo como tema “Leite Humano: uma receita milenar”.

No decorrer do programa a princesa Mary, se emocionou e abraçou os alunos pela bela apresentação.
De acordo com o líder de educação adventista no sudesde do Brasil, pastor Antônio Marcos da Silva Alves, a participação das crianças no programa é motivo de felicidade. “Essa alegria vem confirmar o pensamento da educaçãoa dventista de uma rede escolar que trabalha a formação do caráter das crianças”, destacou.

Para o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, um dos destaques da programação foi ver a fisionomia dos alunos da Escola Adventista que além de cantar, transmitiam paz através do louvor. “Foi emocionante ver as crianças apresentando o musical, demonstrando que entendiam sobre o assunto e felizes em poder cantar na presença da princesa. Isso com certeza será uma imagem para o resto da vida deles. Agradeço a parceria da rede adventista no evento”, afirmou Gadelha.

Durante o programa, a princesa e a atriz Maria Paula, madrinha da campanha pela criação do Dia Mundial de Doação de Leite Humano, receberam da coordenação da rede educacional adventista, os mascotes da educação adventista e o DVD Ensinando a Viver da Faculdade Adventista de Minas Gerais (FADMINAS ).

De acordo com a atriz, Maria Paula, o objetivo da campanha é de salvar vidas de recém nascidos. “A falta de aleitamento materno causa muitas mortes, devemos acabar com isso e fazer parte dessa campanha e assim, trazer mais esperança para os bebês no mundo todo”, disse.

A enfermeira Rosania Xavier, além de trabalhar no Instituto Nacional de Saúde da Mulher incentivando a doação de leite, ela também faz parte do programa e amamenta Felipe há seis meses. “Com certeza é muito bom poder trabalharem um local onde eu posso salvar vidas dos recém nascidos fazendo a minha parte”, afirma.

O Instituto Fernandes Figueira possui acordos de cooperação internacional com instituições de assistência, ensino e pesquisa em saúde com países como Moçambique, Libéria, Serra Leoa e Angola.

Criada por iniciativa do Ministério da Saúde e da Fiocruz, a Rede Brasileira de Bancos de LeiteHumano é a maior e mais complexa do mundo.Os resultados alcançados anualmente com a prestação de serviços e a produção de leite humano evidenciam o impacto positivo de sua atuação no campo da saúde materno-infantil.

Por ano mais de 160 mil litros de leite humano pasteurizado com qualidade certificada são distribuídos a mais de 158 mil recém-nascidos, internados em unidades de terapia intensiva e semi-intensiva. [Equipe ASN, Dina Karla Miranda]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox