Notícias Adventistas

Hospitalhaços motivam universitários adventistas

O ditado popular que diz que “rir é o melhor remédio”, traduz bem a missão da ONG de Humanização Hospitalar, que tem o objetivo de alegrar e tornar a vida de

universitários, hospital, palhações, atendimento

universitários, hospital, palhações, atendimento

Hortolândia, SP…[ASN] O ditado popular que diz que “rir é o melhor remédio”, traduz bem a missão da ONG de Humanização Hospitalar, que tem o objetivo de alegrar e tornar a vida de pessoas doentes mais felizes. São 550 voluntários que visitam mais de 30 mil pessoas por mês em hospitais públicos de Campinas e região.

A equipe dos Hospitalhaços veio ao Centro Universitário Adventista de São Paulo, UNASP campus Hortolândia, para mostrar seu trabalho para os universitários e quem sabe conseguir mais voluntários que queiram alegrar a vida de pessoas adoentadas. Na ocasião, a equipe fez uma apresentação bem engraçada, onde o personagem principal foi o palhaço mudo chamado de Esparadrapo, que fez os alunos do Ensino Superior caírem na gargalhada. “A apresentação dos hospitalhaços foi muito divertida e conseguiu interagir muito com os alunos, todos entraram na brincadeira e participaram da apresentação”, disse o aluno do 4º ano de Sistemas de Informação, Rogério Rodrigues. Ele completa ainda que é um ótimo exemplo e método de ajudar as pessoas.

A coordenadora de treinamento, Adriana Thomaz trabalha há seis anos na ONG e disse que tem inúmeras histórias comoventes para contar. Uma delas é de um velhinho abandonado pela família que estava muito triste e depois da visita dos hospitalhaços ele se motivou. “Ele me disse que antes só tinha motivos para chorar, que estava triste, mas agora está animado cantando com a equipe”.

A essência da humanização hospitalar é fazer com que o paciente sinta-se em um ambiente mais confortável e receptivo ao tratamento. As crianças apresentam evidências clínicas de melhora, além de ficarem mais à vontade com o ambiente hospitalar e mais colaborativas com os profissionais de Saúde. Os familiares e acompanhantes ficam mais confiantes em relação à melhora das crianças e até passam a brincar mais com as elas.

O processo teve início na década de 60, com participação fundamental do médico americano “Patch Adams”, que propôs e executou modificações nas relações dentro dos hospitais através da máxima “Serventia do amor para todas as pessoas”. Fundada em 1999, a Hospitalhaços é uma Organização Não Governamental comprometida com o sorriso dentro do ambiente hospitalar. Nosso desafio diário é criar uma atmosfera mais leve, alegre e descontraída para pacientes, familiares e profissionais da área da Saúde.

De acordo com a Adriana, os voluntários são treinados para atuar nos como palhaços nos hospitais. Mais informações na página da web hospitalhacos.org.br. [Equipe ASN, Charlise Alves]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox