Notícias Adventistas

Estudantes produzem cachecóis e doam em asilo e hospital

São Paulo, SP…[ASN] “Comece fazendo as franjas. Pegue as tiras de duas em duas, una suas pontas e faça um nó na extremidade superior. Em seguida preencha os pregos do tear”. Essas são as orientações técnicas para iniciar a produção de um cachecol. A princípio parece complexo, mas esse método tornou-se tão fácil e divertido para os alunos do Colégio Adventista da região de Interlagos que virou projeto beneficente, chamado Aquecendo Corações.

A produção do acessório acontece na disciplina de Artes e tem a supervisão da professora e responsável pelo programa Célia Viana. Durante as aulas meninos e meninas desenvolvem habilidades e a criatividade. Além do tear, o trabalho é realizado em garrafa pet e até com as mãos. A cada encontro, aptidões são aprimoradas e o trabalho voluntário é colocado em prática.

Entre os meses de abril e maio quase duzentos cachecóis de diversas cores e modelos foram feitos pelos estudantes e entregues no dia 21 de junho aos moradores de um asilo na região. O motivo de a distribuição acontecer no mês de junho é por conta da chegada do inverno, período mais frio do ano.

Neste dia, pacientes e funcionários do Hospital Adventista, no centro de São Paulo também foram lembrados. Um dos apartamentos visitados foi o da senhora LucillaCrepaldi, de 77 anos, acompanhada dos filhos que também foram beneficiados com os acessórios. “Achei muito lindo a visita e o presente. Vou usar ele aqui no hospital e assim que sair daqui”, afirma Lucilla.

Para Cristiana Bernardo, recepcionista do Pronto- Socorro da unidade hospitalar, a iniciativa vai ajudá – la a enfrentar o frio em um dos setores mais gelados do hospital. “Eu amei a surpresa, além de contribuir no visual do uniforme vai ser muito útil para mim, porque trabalho em uma área que venta muito”, conta.
Desde 2009, o projeto Aquecendo Corações que tem a participação dos alunos do 6º ano do Ensino Fundamental até o 1º ano do Ensino Médio já beneficiou mais de 800 pessoas. Segundo Célia, a expectativa é aumentar o número da produção, aquecendo assim o maior número de pessoas. [Equipe ASN, Danúbia França]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox