Notícias Adventistas

Escola utiliza Cross de aventuras para envolver alunos em atividades acadêmicas

Para realização do PMDE nas escolas, a instituição treinou e capacitou cada professor durante o encontro anual em janeiro. Mais de 60 profissionais participaram do evento. O cross com atividades esportivas está inserido nas etapas que serão apresentadas a cada estudante, por bimestre, baseado em quatro pilares: Liberdade, alegria, solidariedade e gratidão

Nova Parnamirim, RN [ASN] No último dia (06), A Escola Adventista de Natal (EAN) lançou entre os alunos o PMDE (Plano Mestre de Desenvolvimento Espiritual), através de um Cross de atividades esportivas – Aventure-se! O Projeto tem por objetivo promover o crescimento físico, mental, social e espiritual da comunidade estudantil. Mais de 200 estudantes participaram da programação que teve como principal atração, os esportes radicais.

Como forma de uma aprendizagem mais atrativa, que envolvesse todo o corpo docente e discente da instituição, e ainda atingisse o objetivo proposto, o primeiro dia de aula dessa semana, no EAN, teve um ar diferente. Os alunos participaram do primeiro “Aventure-se”, uma série de atividades cuja meta era apresentar e incentivar os estudantes a desenvolverem brincadeiras saudáveis, com liberdade de exercitar sua mente e corpo.
O Aventure-se é o tema geral do PMDE e será trabalhado em todas as escolas desse território; Natal, João Pessoa e Campina Grande e em todo o Brasil. O projeto que é baseado nas crenças adventistas tem quatro pilares – Liberdade, alegria, solidariedade e gratidão, os quais contribuirão para que se alcance os propósitos da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) em sua rede educacional, para com cada aluno, dentro e fora da organização; que eles conheçam os princípios e fundamentos que regem as crenças da IASD em todo o mundo e tenham um estilo de vida cristã, baseado no que aprenderam. Esse ano, o PMDE tem como conceito básico o crescimento em Cristo, que será trabalhado através dos relacionamentos.

Conheça mais sobre o PMDE

 

Os pilares estudados pelos alunos através das provas são baseados na Bíblia

Edjane Freitas, professora de Religião do colégio, explica que o trabalho realizado é para que as crianças não só escutem sobre o projeto, mas vivenciem, haja uma experiência real. “Todos os pilares que trabalharemos têm por finalidade que cada aluno tenha crescimento em Cristo. Ou seja, que possa nortear a vida deles, aqui e lá fora, ajudando-os a adotarem um estilo de vida baseado em princípios, crenças e valores cristãos. Nesse primeiro momento usamos o pilar liberdade”, destacou.
Para Ana Couto, diretora do EAN, a intenção é que o resultado do PMDE seja visto na vida de toda comunidade acadêmica. “Queremos que o máximo de pessoas estejam envolvidas no projeto, aluno, professor, pais e colaborador. Que todos entendam as ferramentas adotadas, pois assim, teremos uma mesma linguagem e cresceremos juntos, educandos e educadores”, ressaltou.
O PMDE apresentado através do circuito radical trouxe um olhar diferente dos alunos, quanto a utilizar o esporte como forma de aprendizado. “Eu gostei muito, achei super legal, pois já frequentei outras escolas e nenhuma ensinava a gente assim, com esportes. O que eu mais gostei foi o rapel”, declarou o aluno Vitor Gabriel de 10 anos.
Ao retornarem para as atividades em classe os professores promoverão discussões entre os alunos, onde serão analisados aspectos como: desempenho, participação, trabalho em equipe, entre outros. Os demais pilares serão trabalhados a cada bimestre do ano letivo, através de um cronograma pré-estabelecido, com estratégias de aprendizagem, que motivarão o envolvimento e imersão dos participantes.
Nessa etapa os estudantes participaram de 10 provas e ao final teve premiação para as turmas. [Equipe ASN, Andréa Figueiró]

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox