Notícias Adventistas

Em Mato Grosso, 60% dos estudantes do 9º ano já consumiram álcool

Projeto Quebrando o Silêncio é realizado em 92 escolas do Estado e busca conscientizar alunos sobre os perigos do uso de álcool e outras drogas

SITE 9

Campanha contra o álcool e drogas conta com o apoio da Polícia Militar. [Foto: Divulgação]

Cuiabá, MT… [ASN] Em Mato Grosso, quase 60% dos alunos do 9º ano do Ensino Fundamental, com idades entre 13 e 15 anos, afirmam já ter consumido uma dose de bebida alcoólica alguma vez. A informação faz parte da Pesquisa Nacional de Saúde Escolar (PeNSE) 2015, divulgada na última sexta-feira (26), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O percentual do Estado (59,8%) supera a média nacional (55,5%). O levantamento foi feito com estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental, com idades entre 13 e 15 anos, sendo 85,5% da rede pública e 14,5% privada.

É diante desta realidade que o Projeto Quebrando o Silêncio chega a 92 escolas em todo o Estado levando orientações aos estudantes sobre os perigos no uso de álcool e outras drogas. A iniciativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia fica sob a responsabilidade do Ministério da Mulher e consiste em distribuir materiais educativos, ministrar palestras e desenvolver ações que conscientizam os adolescentes sobre os problemas ligados ao alcoolismo.

Para Cleide Fraga, líder do Ministério da Mulher em Mato Grosso, há muita expectativa para os resultados. “Trata-se de um tema atual e que atinge diretamente as famílias. Por isso, muitas escolas manifestaram interesse em continuar desenvolvendo o trabalho. Tenho certeza que ainda virá muita coisa boa por aí!”, destaca.

A assessora pedagógica da Secretaria de Estado de Educação, Luciane Aquino, afirma que as portas continuarão abertas. “Projetos como o Quebrando o Silêncio estão em sintonia com as ações que desenvolvemos com a comunidade escolar. Não tem preço ver a emoção dos estudantes às orientações dadas, enquanto garantem que desejam mudar de vida”, conta.

Emilly da Silva Costa, 14 anos, participou das atividades do projeto na Escola Estadual Caetano de Albuquerque, localizada na cidade de Poconé (103 quilômetros de Cuiabá). Ela acredita que o problema está na curiosidade em provar a bebida alcoólica. “Por isso precisamos alertar as pessoas, principalmente sobre os danos causados à saúde.”

SITE 10

Cerca de duas mil pessoas participaram de uma passeata pelas principais ruas da cidade de Poconé. [Foto: Ítalo Silva]

Eliane Souza, diretora da Escola Estadual Juscelino Kubitschek de Oliveira, também localizada em Poconé, acredita que as informações absorvidas pelos alunos serão repassadas para os familiares e amigos. “Sabemos que os efeitos desta droga lícita trazem problemas para dentro e fora de casa. A atenção que os alunos deram para as palestras nos provam que com certeza transmitirão as orientações para outras pessoas”, declara.

De fato, a campanha foi para as ruas no último sábado (27). Cerca de duas mil pessoas participaram de uma passeata pelas principais avenidas da cidade segurando cartazes de reprovação às drogas e alertando para sua relação com a violência. “Este é o resultado de um trabalho que se intensificou durante a semana e que terá continuidade em parceria com profissionais da área da saúde e educação do município”, destaca Leonelson Dias, pastor da Igreja Adventista na região.

Quebrando o Silêncio

O Quebrando o Silêncio é um projeto educativo e de prevenção promovido anualmente pela Igreja Adventista do Sétimo Dia em oito países da América do Sul, (Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai) desde 2002. A cada ano a campanha tem uma ênfase diferente. Em 2016, é o combate ao uso do álcool e drogas.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox