Notícias Adventistas

Escola faz projeto de saúde para grupo da melhor idade

 

Palmas, TO…[ASN] Música, saúde e animação ditaram o tom da programação realizada pela Escola Adventista de Palmas, no dia 8 de novembro,  para o grupo de Terceira Idade ‘Viver Melhor’. A visita foi realizada pelo grupo musical de alunos do 6° ao 9° ano, juntamente com membros da administração que foram até o Ambulatório Evangélico, na quadra 108 sul, Palmas para realizar a ação.
A garotada cantou e tocou sob a direção da professora Karin Stange, e um lanche com bolo, frutas e iogurte foi servido para os participantes entre as palestras sobre saúde. A iniciativa faz parte do projeto de enriquecimento espiritual da Igreja Adventista, sendo que nessa fase, o tema em questão é a saúde.

 

Charlles Sarasaste, vice-diretor da Escola, abriu a programação com uma reflexão sobre a alegria. Sua mãe já participou do grupo e ele afirmou ter grande admiração pelo mesmo. “Vocês, em suas experiências, podem nos ensinar muito”, reconheceu. Charles ainda falou sobre o poder de Deus em conduzir a vida das pessoas. “A vida, com seus problemas, serve para nos refinar. Só precisamos lembrar que Deus está ao nosso lado”, afirmou.

 

Já a palestra do diretor da escola, Edimar Sena se concentrou em saúde e longevidade, sendo que ao final ele distribuiu apostilas sobre saúde. “Daqui a 40 dias vamos voltar para ver quem estudou os temas e concluir esse programa”, prometeu. E incentivou: “A busca pela saúde é diária!”

 

Durante a palestra, o professor de Educação Física, Elerubens Dias, ensinou exercícios para dar resistência aos músculos. “Nosso corpo foi feito para se movimentar, e ficar parado é a fonte de muitos problemas e atrofias”, explicou.

Anabis Souza é uma das participantes mais animadas e gosta de chamar o grupo de ‘Jardim de Infância’. Ela declarou. “Todos temos responsabilidades a cumprir, temos que ser alegres, viver de bem com a vida. A gente fica muito agradecida por vocês terem vindo”, comemorou.

 

“Aqui tem atividades todos os dias, as coordenadoras são ótimas, eu aprendi a tirar tempo para mim e esse grupo é como uma família”, contou animada Roseli Gondin.

A estudante do 6° ano, Emanuelly Vieira, ficou admirada com a disposição do grupo. “Os idosos são legais, ficaram rindo, participaram ativamente. Também aAprendi com eles que preciso fazer exercício e me alimentar bem para ser forte quando eu ficar velhinha”, declara a adolescente. [Equipe ASN, Heloísa Kaiser]

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox