Notícias Adventistas

Dia do meio ambiente movimenta estudantes do RJ

 

Rio de Janeiro, RJ…[ASN] Nesta terça-feira, 5 de junho, comemorou-se o Dia Mundial do Meio Ambiente, lembrando disso os estudantes do Colégio Adventista do Rio de Janeiro e da Escola Adventista de Botafogo distribuíram cartões com sementes de ipê para a população nas  principais ruas do Rio de Janeiro.
O projeto tem como nome “Um dia de Esperança para o planeta”, e visa sensibilizar a população sobre a luta contra a degradação da natureza. Pensando nisso, a organização educacional da rede de escolas adventistas distribuiu centenas sementes de ipê para a população.

“Realizamos o projeto para conscientizar a todos sobre a importância de preservar o meio ambiente. Por isso queremos participar com a sociedade para termos um ambiente sempre melhor”, disse o diretor do Colégio Adventista do Rio de Janeiro, professor Irismar do Prado Gonçalves.

Para a estudante Amanda Souza, de 15 anos,  contribuir com a preservação do meio ambiente é muito bom. “Estou feliz em fazer parte dessa passeata e poder falar com as pessoas sobre os cuidados que devemos ter com a natureza”, destacou.

Dona Luiza Onário, que passava pela Rua Matoso, foi impactada com o projeto e afirmou que ficou feliz em ver os estudantes envolvidos com ações a favor da natureza. “É aplaudível ver essas crianças entregando sementes e alertando a comunidade sobre os cuidados com o meio ambiente. Parabéns aos organizadores”, comentou.

Adriana Gasquez, diretora da Escola Adventista de Botafogo, também abraçou o projeto. “Os nossos alunos participaram da ação distribuindo as sementes nos semáforos do Rio  aos motoristas e pedestres que circulavam na cidade”, destacou.

Matheus Cássio de Oliveira, de 9 anos,  recebeu a semente no Colégio Adventista, ele não pode participar da passeata, mas disse que irá plantar a semente de ipê. “É muito importante preservar da natureza”, concluiu.

Como surgiu a data? – Esta data foi estabelecida pela ONU (Organização das Nações Unidas), em 15 de dezembro de 1972, devido à Conferência de Estocolmo, na Suécia, marcando assim um encontro importante entre vários países na busca da defesa do meio ambiente.

No Brasil, a partir de 1974, foi iniciado um trabalho específico de preservação do meio ambiente, através da criação da Secretaria Especial do Meio Ambiente, com o objetivo de conscientizar e sensibilizar as pessoas da importância de lutar contra a degradação da natureza. Porém, não é o que temos visto hoje em dia. Em razão da modernidade, da praticidade da vida, o lixo tem aumentado e levado a natureza ao caos da poluição e da destruição.

O uso de materiais plásticos, vidros, latas, papéis e papelões, têm poluído mares, rios, florestas, causando a morte de várias espécies animais, pois estes os confundem com alimentos e morrem sufocados. [Equipe ASN, Dina Karla Miranda]

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox