Notícias Adventistas

Crianças aprendem a economizar em meio à crise financeira

Projeto Economia em Ação, do Colégio Adventista Centenário, em Curitiba, também enfatizou a solidariedade

Com este projeto, conteúdos como valorização do dinheiro, uso da calculadora, situações de problemas concretos, entre outros temas puderam ser trabalhos.

Com este projeto, conteúdos como valorização do dinheiro, uso da calculadora, situações de problemas concretos, entre outros temas puderam ser trabalhados.

Curitiba, PR…[ASN] Diante das dificuldades que o País enfrenta, muitas famílias brasileiras sentiram o impacto dentro de casa, principalmente o econômico. O dinheiro encurtou, e o jeito agora é economizar. Não só os adultos, mas as crianças também precisam contribuir na economia doméstica. Pensando nisso, o Colégio Adventista Centenário, em Curitiba, criou o projeto Economia em Ação, trabalhando a educação financeira com os alunos do 2º ano.

A iniciativa é composta por recursos didáticos que ensinam às crianças algumas formas de valorizar o salário ganho e gastá-lo de forma consciente, compreendendo também que o dinheiro vem mediante o esforço e trabalho dos pais.

Os alunos tinham que comprar itens pedidos pelos pais, além dos que seriam doados.

Além da pesquisa de preço, as crianças eram orientadas a observar a quantidade dos pacotes e a qualidade dos produtos.

Para isso, uma vez por semana, elas acompanharam seus responsáveis na ida ao supermercado, a fim de pesquisar o preço de alimentos básicos para serem anotados no caderno do projeto. Por um mês, a ação deveria ser realizada para que avaliassem a oscilação de preços. Em sala de aula, os valores e os locais mais baratos eram comparados. Gráficos foram construídos para o melhor entendimento dos alunos.

Os preços pesquisados eram anotados no caderninho, semana a semana.

Os preços pesquisados eram anotados no caderninho, semana a semana.

Aliada a essa ação, foi lançada a Gincana do Bem, uma maneira de ajudá-los a compreender na prática o esforço necessário para conseguir o sustento. Por isso, eles deveriam cumprir uma ação semanal envolvendo fazer o bem ao próximo, como doar brinquedos, ajudar a mãe, dividir o lanche com o colega, fazer um bolo para o vizinho, entre outras. As tarefas cumpridas foram premiadas pela família com cinco reais cada, totalizando 20 reais ao final dos desafios.

Beneficiar outros

Entretanto, mais do que o consumo com necessidades básicas, esse dinheiro teve um fim solidário. No dia 22, munidos de calculadora e o dinheiro que acumularam, eles foram a um mercado e compraram alguns itens pesquisados nas semanas anteriores. Entre os produtos solicitados pelos pais em uma listinha de compras, os alunos também compraram itens para serem doados ao Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei), que foram entregues por eles mesmo logo após saírem do mercado.

“Eles têm compreendido que podem auxiliar na economia doméstica, que não se pode comprar tudo, e que é necessário pesquisar antes de efetuar as compras. Todos estes processos práticos tem desenvolvido o conhecimento, sem contar que ao praticarem atos solidários percebem o quanto é satisfatório nos sentirmos úteis ao auxiliarmos nosso próximo”, conclui a coordenadora pedagógica, Luciane Lopes.

A iniciativa também chamou a atenção da imprensa. Veja a galeria de fotos abaixo. [Equipe ASN, Jéssica Guidolin]

Jornal RIC Notícias:

Jornal E-Paraná:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox