Notícias Adventistas

Capacitações preparam e inspiram docentes da Educação Adventista no Norte

Professores e colaboradores foram capacitados e estimulados para ano letivo promissor

26 de janeiro de 2018

Professores e servidores da Rede de Educação Adventista no território que abrange os estados do Pará, Amapá e Maranhão participaram de capacitações pedagógicas no período que antecede o início das aulas. Os encontros promovidos em datas similares em todos os campos, reuniram sempre um público totalmente participativo de docentes, diretores, coordenadores e orientadores das unidades escolares. Dentre os objetivos, estava preparar, estimular e animar os profissionais para mais um ano letivo.

 A começar pela Associação Norte do Pará (ANPa), que capacitou todo o corpo de educadores em quatro dias de programação. Com o tema “Eu te escolhi”, a instituição manteve o foco do encontro no discipulado. Cerca de 150 pessoas estiveram presentes durante esses dias de aperfeiçoamento profissional e reavivamento espiritual. Professores e gestores puderam compreender claramente que a Educação Adventista não se trata apenas de um trabalho comum. 

Em programação simultânea, a Faculdade Adventista da Amazônia (FAAMA), e a Missão Pará Amapá (MPA), também realizaram  a capacitação de seus servidores sob tema: “Nas Trilhas do Discipulado”, quando reuniu 230 professores da Educação Adventista. Pela primeira vez, um grupo de 30 participantes foi trazidos de Macapá para participarem do evento.

“A única forma de você ser relevante na vida de alguém é impressionar com sua própria vida. O discipulado é estar com as pessoas, viver com elas as verdades que você crê, que aprendeu com o Senhor Jesus e com a bíblia, e ensinar essas verdades não apenas por palavras mas por ações e gestos todos os dias” declarou o pastor Alacy Barbosa, líder do Ministério de Família para a Igreja Adventista do Sétimo Dia em oito países da América do Sul.

Algumas características importantes e necessárias foram ressaltadas em todos os encontros, tais como a disciplina, o estudo constante, a pesquisa e o planejamento. Dentro da programação cuidadosamente planejada pela administração dos colégios e escolas, os professores eram divididos por áreas de estudo e níveis que lecionam, para que pudessem ter uma experiência mais profunda em sua área e, para este momento, estiveram presentes autores de livros didáticos como resultado da parceria com a Casa Publicadora Brasileira.

No Sul do Maranhão, “Educar para salvar todo dia” foi o tema do Programa de Aperfeiçoamento Docente 2018 (PAD) em três dias de programação, no auditório do Colégio Adventista de Imperatriz (CADI). Dentre os convidados, autores de livros didáticos como Zultonney Velasques e Mônica Marcele, da Casa Publicadora Brasileira (CPB), que realizaram oficinas e aulas práticas com professores do 1º ao 5º ano. “O melhor do encontro foi a troca de experiência, esse ano tivemos muito isso com os professores e as escolas; é isso que faz a diferença, você ajuda o outro e o outro te ajuda”, destacou Caroline Duarte, coordenadora pedagógica da unidade de Santa Inês. O Dr. Nilo Valença, palestrante internacional, health & life coach, fundador e diretor da NIEZ Serviços & Coaching e a Coach Denise Contreira também foram os palestrantes convidados. A dupla trouxe um alerta quanto aos problemas ocasionados pelo estresse ocupacional, apontando possíveis soluções capazes de driblar emoções negativas, a fim de que se tenha qualidade de vida e consequentemente um desempenho adequado das respectivas atividades laborais.

As reformas no Ensino Médio, os aspectos jurídicos da educação e o incentivo à pesquisa também estiveram em pauta, e por fim, não poderia faltar a reafirmação da missão e dos pilares da Educação Adventista.

“Nós sonhamos em alunos que levem verdades eternas. Porque o restante passa e vai ficar [para trás], mas o que ensinamos é para o novo céu e a nova terra. Por isso, nem é ‘além’, é ‘Muito além do ensino’”. A afirmação é do pastor Ivan Góes, diretor associado de Educação Adventista para oito países latino-americanos, que participou do encontro de educadores na região Sul do Pará.

 O diretor da Educação Adventista da Associação Sul do Pará – ASPa, Profº Henilson Erthal afirmou que “o grande propósito da obra de Cristo quando esteve na terra foi fazer discípulos. Se nós formos discipulados por ele hoje, então estaremos habilitados para fazer outros discípulos”.

Na Missão Oeste do Pará – MOPa, professores se informaram sobre assuntos atuais e relevantes abordados em palestras e oficinas enriquecedoras. Além de uma excelente oportunidade para partilharem suas experiências vividas em sala de aula. “Professor Discipulador – envolvimento total” foi o tema que declarava a responsabilidade assumida pelos docentes por mais um ano.

Na Associação Maranhense – AMa – tema “discipulador, enxergue a árvore dentro da semente” classificou o Professor como um cuidador e ferramenta importante no crescimento intelectual, pessoal e espiritual dos alunos. A ele foi dada e confiada tal responsabilidade que lhe dá o título de peça fundamental na formação de nossos educandos. No encontro, presença de palestrantes motivacionais, como o Prof. José Airton Ramos, que motivou nossos docentes a acreditar que cada aluno tem suas potencialidades. A Prof.ªs  Dóris Lima representou a CPB e trabalhou o portal e a importância do uso de livros que têm a filosofia da Educação Adventista. Dóris contribuiu nas capacitações palestrando em quase todos os campos.

O diretor do Departamento de Educação para os estados do Pará, Amapá e Maranhão (UNB), o pastor Almir Pires, levou os participantes a refletirem sobre o papel maior do educador, que é salvar vidas e conduzi-las a Cristo. Pires esteve presente em parte da programação de quase todos os campos. “O Discipulado foi a tônica de todos os esforços da educação Adventista na UNB. Vamos lutar sim pela excelência, mas vamos além. Vamos educar com pés na terra e com olhos nos céus, pois o nosso desafio de discipulador de todos os dias – e o dia todo – é sermos discípulos segundo o coração de Deus. Primeiro Deus, pois nossa obra não é humana e sim, divina”, enfatizou Almir Pires.

“Os pontos trabalhados de forma pedagógica e espiritual foram alcançados na realização dessas capacitações” concluiu Madail Neves, coordenadora pedagógica da Educação Adventista no Pará.

Continuemos orando pelas escolas, direção, professores, alunos e pais. Que todos possamos ser discípulos de Jesus por meio da Educação. [Equipe ASN, Gerllany Amorim com colaboração de Leonardo Leite, Hamanda Portal, Simone Joe, Anderson Pinto, Nicolas Cardoso, Vandilson Junior e Jhonatan Cunha]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox