Notícias Adventistas

Alunos da rede participam do Adventure School do Conhecimento

Alunos realizando as provas São Paulo, SP… [ASN] Dos 14 mil alunos da rede educacional da Paulistana, cerca de 700 estudantes entre o 6º ano do ensino fundamental ao terceiro do ensino médio foram escolhidos para participarem do Adventure School do Conhecimento.  Eles realizaram provas de ensino religioso, português e matemática; e concorreram a medalhas de ouro, prata e bronze.

A inovação do evento este ano foi o sistema de correção dos gabaritos. “Nós eliminamos as pessoas deste processo e toda a contagem de pontos foi feita pela máquina. Ela corrige e dá com maior exatidão e precisão os resultados. Contribui tanto para a habilidade, como para a diminuição dos erros que anteriormente pudessem existir por causa da limitação humana”, afirma Felipe Araujo, coordenador de tecnologia educacional da Paulistana.
Para o diretor de educação da Associação Paulistana, Lourisnei Fortes, o evento é muito importante, porque é o momento do aluno demonstrar o que aprendeu em sala de aula. “O Adventure School do conhecimento prepara para a vida, para concursos públicos, vestibulares, para o Enem, enfim: deixa o aluno mais tranquilo para momentos de tensão”, diz o educador.Cerca de 700 alunos foram selecionados

 

Segundo o diretor do Colégio Adventista de São Roque, Renato Domingues, a interação entre escolas é muito importante. “É fundamental criar no aluno o espírito de buscar cada vez mais o seu melhor. Se neste ano não foi muito bem, no próximo ano vai se dedicar mais para conquistar um patamar maior”, afirma o líder.
Ana Carolina Dagostini, de 12 anos, foi selecionada para participar da competição. É o seu primeiro ano no Colégio Adventista de Santo André, o que a deixou muito feliz. “É muito legal, porque dá para interagir bastante. Eu fiz a prova de português e gosto muito dessa disciplina”, declara a estudante do 7º ano.

 

Rebeca Medina, aluna do 6º ano do Colégio da Lapa diz que foi bem na prova e ficou na expectativa de ganhar prata ou bronze. Já Lucas Cardoso, do 6º ano, de 11 anos, foi o ganhador do ouro em matemática da sua série. “Foi muito bom ganhar o ouro. Foi a melhor sensação que eu já tive na vida”, diz o aluno. “É uma grande felicidade. Temos certeza que este rapaz vale ouro”, afirma o diretor do Colégio Adventista do Brooklin.

Lucas ganhou medalha de ouro em matemática

Nem todos ganharam medalhas, mas a interação entre escolas e o espírito esportivo esteve presente no evento, mesmo sendo uma competição acadêmica. Os que não conseguiram participar do Adventure School  do Conhecimento, podem estudar, se esforçar, porque no ano que vem tem mais. [Equipe ASN, Isadora Schmitt Caccia]

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox