Notícias Adventistas

Alunos da Educação Adventista recrutam doadores de sangue

Na escola, os alunos foram desafiados a recrutar pelo menos 5 doadores. O grupo do aluno Victor Arthur, responsável pelo turno da manhã, voltou pra casa satisfeito.

Na escola, os alunos foram desafiados a recrutar pelo menos 5 doadores.

Na escola, os alunos foram desafiados a recrutar pelo menos 5 doadores.

Recife, PE…[ASN] O mês de maio não está nada fácil pra quem está precisando de doações de sangue na capital. Isso porque o estoque, segundo o Hemope, está em baixa. O número de doações necessárias por dia é 350, mas a média do mês não passa de 207 bolsas diárias. O desafio de recrutar novos doadores foi lançado no Colégio Adventista do Recife, e durante toda esta terça-feira, 28, as turmas do 8º ano fazem plantão na sede do Hemope para ajudar a aumentar o número de doações.
Segundo a coordenadora de captações da unidade, Josinete Gomes, os alunos foram preparados para este momento. “Eles não podem doar, claro, pois para isso é preciso ter, no mínimo, 16 anos. Mas eles podem ajudar, e muito, a chamar pessoas. E é isso que eles estão fazendo. Fomos ao colégio na semana passada, fizemos uma aula explicativa mostrando porque é importante doar e orientamos como eles devem abordar as pessoas na rua. Temos certeza que teremos um bom resultado”, conta.
Na escola, os alunos foram desafiados a recrutar pelo menos 5 doadores. O grupo do aluno Victor Arthur, responsável pelo turno da manhã, voltou pra casa satisfeito. “Conseguimos trazer muita gente pra chegar e conseguimos o nosso alvo. É muito bom poder ajudar. Foi isso que aprendemos. Mesmo que a gente não possa doar, trouxemos nossa família e convidamos pessoas nas ruas! Foi ótimo!”, conta o garoto, que ainda conseguiu trazer o pai (doador de carteirinha), e a mãe (que nunca havia doado), para participar da campanha.
A coordenadora do programa, Verônica Coutinho, explica o porque da parceria e mobilização dos pequenos: “Tudo começou na sala de aula, com a leitura de um livro que fala sobre a vida após a morte, que, no caso, retrata essa história de Cristo, que morreu por todos na cruz, para que tivéssemos vida. Um sacrifício, claro que, muito menor, pode ser feito por nós também, através da doação de sangue. Os meninos compraram a ideia, e muitos alunos do Ensino Médio, mesmo sem estarem ativamente na campanha, receberam a permissão dos pais para serem doadores”, finalizou.
Acompanhe essa reportagem em vídeo na próxima sexta, as 20h, no programa Revista Novo Tempo, da TV Novo Tempo. (Em Recife, acompanhe pelo canal aberto 27, em demais regiões, Sky 14 ou pelo site: novotempo.com)

Rebbeca Ricarte

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox