Notícias Adventistas

Alunos da Educação Adventista realizam flash mob para promover a cortesia

Ato mostrou à população a importância de se preocupar e auxiliar o próximo.

Flash Mobs são aglomerações instantâneas de pessoas em certo lugar para realizar determinada ação inusitada previamente combinada, estas se dispersando tão rapidamente quanto se reuniram.

Flash Mobs são aglomerações instantâneas de pessoas em certo lugar para realizar determinada ação inusitada previamente combinada. As pessoas se dispersam tão rapidamente quanto se reuniram.

Goiânia, GO… [ASN] Durante esta semana o Colégio Adventista do Novo Mundo (CeANM), de Goiânia, está realizando a Semana da Cortesia. O objetivo, segundo o diretor do colégio, Everton Agostinho, é “fazer com que os alunos entendam que gentileza e solidariedade são importantes para a educação, pois tem que ver com o caráter.”

Leia também:

Feliciano, com a medalha no peito e livro na mão, foi um dos que recebeu o carinho dos alunos pela cortesia dispensada

Feliciano, com a medalha no peito e livro na mão, foi um dos que recebeu o carinho dos alunos pela cortesia dispensada.

Parte do programa da semana aconteceu nesta quinta-feira, 5. Cerca de 80 alunos da instituição saíram disfarçados em uma rua do calçadão da capital compondo o cenário em que duas senhoras carregavam uma mala pesada, e com a expressão de cansadas, seguiam seu caminho. O flash mob teve o objetivo de chamar a atenção de quem passava por ali para que fosse cortês ajudando as senhoras. Quando alguém parava para ajudar, os alunos rapidamente se aglomeravam em torno da cena, mostravam a camiseta da Educação Adventista, aplaudiam, abriam uma grande faixa de parabenizarão pela atitude e ainda davam uma medalha juntamente com um livro.

A medalha foi entrega a cada pessoa que foi cortês

A medalha foi entrega a cada pessoa que foi cortês.

Feliciano Pereira tem 48 anos e foi uma das pessoas gentis que ofereceu ajuda. “Eu fiquei comovido com duas senhoras precisando de ajuda, e confesso que fiquei emocionado ao ver alunos se preocupando em causar este impacto nas pessoas para aguçar nelas, em nós, claro, a gentileza”, diz Pereira.

Os alunos ficaram no local durante cerca de 40 minutos. Neste tempo diversas pessoas passaram pela rua, e a ajuda, ou a negação dela, chamou atenção dos estudantes. “Por diversas vezes fiquei agoniada ao ver que as pessoas passavam pelas idosas e não as ajudavam. Muitos sequer olhavam ao seu redor, passavam presos em seus celulares ou atentos aos seus próprios compromissos. Foi uma lição até mesmo pra mim”, conta Bianca Moreira, aluna do ensino médio. [Equipe ASN, Tatiane Lopes]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox