Notícias Adventistas

Tristeza se transforma em esperança no Mato Grosso do Sul

Dia de Finados é marcado por projetos evangelísticos no estado.

3 de novembro de 2014

Campo Grande, MS… [ASN] O dia 2 de novembro marca o Dia de Finados e, para grande parte da população, é um dia triste, momento de relembrar os entes queridos que já não vivem mais. Um dia talvez, para alguns, de reflexão sobre a brevidade da vida e uma oportunidade de valorizá-la. Para outros, dia de deixar as lágrimas caírem pela saudade.

Clube Anjos do Lago, de Sonora - MS, em momento de oração com visitantes do Cemitério Municipal.

Clube Anjos do Lago, de Sonora – MS, em momento de oração com visitantes do Cemitério Municipal.

Mas no meio de todo esse cenário, há ainda um grupo especial de voluntários que, ano após ano, dedicam esse feriado àqueles que visitam os cemitérios em busca de algum conforto pela perda de uma pessoa querida. Aqui no Mato Grosso do Sul, em Sonora – cidade localizada na região norte do Estado – voluntários do clube de desbravadores “Anjos do Lago” estiveram no Cemitério Municipal levando palavras de conforto e distribuíram folhetos com mensagens de esperança. Segundo o diretor do clube, Reynaldo Almeida, o projeto “Finados” já acontece há dez anos. “Começamos o projeto com o clube “Arautos do Pantanal” e fizemos durante oito anos. Agora damos continuidade com o clube Anjos do Lago há dois anos. É uma experiência muito legal, pois algumas pessoas nos pediram para orarmos com elas, enquanto outras nós pudemos abraçá-las e levar palavras que amenizassem a dor”, comenta.

Clube de Aventureiros Águias Kids, da IASD Santo Amaro, distribuem folhetos evangelísticos em um dos cemitérios mais antigos da Capital.

Clube de Aventureiros Águias Kids, da IASD Santo Amaro, distribuem folhetos evangelísticos em um dos cemitérios mais antigos da Capital.

Membros da Igreja Adventista do Santo Amaro, em Campo Grande, também estiveram reunidos em um dos cemitérios mais antigos da Capital que leva o mesmo nome do Bairro. Por lá, o que chamou bastante a atenção do público foram as crianças do culbe de aventureiros “Águias Kids”, sob liderança do casal Cleiton e Maíra Prado. “Distribuímos folhetos evangelísticos na saída do cemitério, e as pessoas eram muito receptivas com as crianças, o que ajuda muito na questão do evangelismo”, comenta Cleiton.

Enquanto o clube de aventureiros fazia a abordagem do lado de fora do cemitério, lá dentro, membros da IASD Santo Amaro, cantavam louvores com mensagens de esperança àqueles que viviam um dia de saudade.

Clube Águias Kids em dia de evangelismo em Campo Grande - MS.

Clube Águias Kids em dia de evangelismo em Campo Grande – MS.

Do outro lado da cidade, o Coral da Sociau (Sociedade de Jovens da Igreja Adventista do Bairro Universitário), há nove anos realiza ações evangelísticas através da música e da entrega de folhetos com mensagens de esperança no cemitério Parque das Primaveras, representando a Igreja Adventista do Sétimo Dia na Capital, com o projeto “Bálsamo”. E neste feriado não foi diferente. Aproximadamente 80 pessoas, entre membros do coral e membros da igreja reforçaram a presença adventista no local com louvor, mensagens de fé, orações e o exemplo prático do verdadeiro amor de Cristo.

Coral Sociau há nove anos desenvolve o projeto "Bálsamo", e leva esperança à população todos os anos no cemitério Parque das Primaveras em Campo Grande, no Dia de Finados.

Coral Sociau há nove anos desenvolve o projeto “Bálsamo”, e leva esperança à população todos os anos no cemitério Parque das Primaveras em Campo Grande.

 

“É um projeto maravilhoso onde temos a oportunidade de mostrar a ideologia da nossa igreja, e todos os anos contamos com a presença do nosso pastor distrital, que leva às pessoas uma mensagem alegre – apesar do clima de tristeza do dia – voltada à esperança maior que está na volta de Jesus”, ressalta Givanildo Gomes, diretor do Sociau.

Ainda segundo o diretor, o dia 2 de novembro é uma data muito aguardada pelo coral, pois a diretoria do cemitério a cada ano envia uma carta convidando os visitantes do cemitério para assistir à apresentação do coral. “Todos os anos a diretoria do Parque das Primaveras nos liga confirmando nossa presença no feriado e até no site deles colocam a programação com o horário da nossa apresentação no local, então é um convite bem esperado por todos nós, pois entendemos que de alguma maneira estamos fazendo a diferença”, diz.

Membros do Coral Sociau durante apresentação. Anualmente a diretoria do cemitério Parque das Primaveras solicita a presença do grupo e notifica os visitantes sobre a apresentação do coral que já virou tradição do dia 2 de novembro na Capital.

Anualmente a diretoria do cemitério Parque das Primaveras solicita a presença do grupo e notifica os visitantes sobre a apresentação do coral.

E a repercussão do projeto é das melhores, resultando, inclusive, em pedidos de estudos bíblicos. “Muitas pessoas param para ouvir as mensagens, e já tivemos retorno de pedidos de estudos bíblicos, após o primeiro contato num Dia de Finados. Fico feliz, pois temos essa credibilidade como igreja”, conclui o diretor. [Equipe ASN, Rebeca Silvestrin]

Fotos: Reynaldo Almeida, Cleiton Prado e Josiane Gomes.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox