Notícias Adventistas

Prefeitura de Campo Grande elogia ações da igreja adventista

Durante desfile cívico de celebração dos 117 anos da capital, a igreja adventista marcou presença com o projeto 'Quebrando o Silêncio', ressaltando a preocupação da igreja com as famílias da sociedade campo-grandense.

Campo Grande, MS…[ASN] O dia 26 de agosto faz parte da história de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. São 117 anos de existência de uma cidade relativamente nova, mas que tem muito a dizer. Nessas terras, por exemplo, há 100 anos a mensagem adventista chegou, criou raízes e tem dado frutos ano após ano. Em 2016, no desfile cívico que marca a celebração de mais um ano da ‘Cidade Morena’, 120 mulheres da igreja adventista marcaram presença com cartazes e faixas alertando sobre as consequências do abuso de álcool para jovens, adultos e famílias – foco principal da igreja. “Nossa cidade tem muito para comemorar e a participação da igreja adventista no desfile cívico de aniversário da capital foi um presente a nós  campo-grandenses. A representatividade da instituição e todo o trabalho realizado em prol de nossa sociedade só tem a contribuir com o futuro de nosso município”, elogia a Prefeitura Municipal.

14055067_1124941854211685_1472768078035599245_n

Organizado e idealizado pela gestão da cidade, o desfile tem como foco exibir apresentações de instituições e entidades que contribuem de alguma maneira para o desenvolvimento do município. Esse foi o caso do Ministério da Mulher da igreja adventista para o Mato Grosso do Sul. “Esse ano vi muitas igrejas e distritos envolvidos com o projeto ‘Quebrando o Silêncio’, e notei compromisso, no sentido de levar a proposta com maturidade e apresentar à população o que a igreja acredita e o que faz para combater as mazelas que atingem nossa sociedade e contribuem para a destruição de vidas e famílias”, pontua Dulce Marinho, líder de mulheres adventistas no Estado.

Programação

Em todo o Estado, das 266 igrejas, aproximadamente 140 realizaram a programação do projeto no último sábado e as demais se programaram para organizar o cronograma de atividades do ‘Quebrando o Silêncio’ no próximo final de semana. “A proposta para esse ano é não atender tantas escolas, como nos últimos anos, mas conquistar a confiabilidade das instituições que receberem o projeto para dar continuidade às palestras ao longo do ano, realizando ‘escola de pais’, e também ganhar abertura para convidar as crianças e adolescentes para as atividades da nossa igreja, como o clube de aventureiros e desbravadores”, explica Dulce.

Membros da igreja participaram da celebração paralelamente ao desfile, com a distribuição de revistas e folhetos informativos sobre o projeto.

Membros da igreja participaram da celebração paralelamente ao desfile, com a distribuição de revistas e folhetos informativos sobre o projeto.

Sobre a importância da representatividade da igreja adventista em um dia especial como a celebração do aniversário da cidade, a líder enfatiza o comprometimento em mostrar que a igreja valoriza o bem estar e a qualidade de vida das pessoas. “Percebi nos olhares das pessoas que assistiam à programação uma impressão positiva a respeito da nossa igreja e o que ela faz pela sociedade. E o nosso grupo esteve comprometido em dar uma demonstração pública do que acreditamos e da mensagem que pregamos”, ressalta.

Ainda segundo a liderança do Ministério da Mulher, muitas igrejas fizeram o culto especial no sábado (27), e na sequência distribuíram panfletos e a revista do projeto, ressaltando a opinião e o trabalho que a igreja desenvolve sobre a questão do abuso de álcool. “Em Campo Grande, além do desfile cívico, as igrejas estiveram envolvidas em passeatas, distribuição de revistas e folhetos informativos, e as igrejas do interior organizaram palestras em escolas públicas e particulares. Em Camapuã, cidade da região norte do Estado, durante toda a semana que antecedeu o dia ‘D’ do projeto professores, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e diversos profissionais deram palestras nas escolas e fizeram acompanhamento com alunos e pais de alunos que solicitaram ajuda para abandonar o vício de álcool quando ouviram a respeito do programa”, destaca Dulce.

14100339_1124943777544826_5673002807063664794_n

Em 2016, segundo a administração municipal, houve participação recorde de instituições no desfile cívico de aniversário da cidade. “E a Igreja Adventista fez a diferença no desfile, mostrando à nossa população a importância de cuidar de nossos jovens, livrando-os do álcool e outras drogas”, enaltece.[Equipe ASN, Rebeca Silvestrin]

Fotos: Deivison Pedrê

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox