Notícias Adventistas

Igreja que Navega atenderá comunidades ribeirinhas no Amazonas

Inauguração será no dia 22 de outubro e suas atividades terão início no mês de fevereiro de 2017

A nova embarcação tem capacidade para 110 pessoas.

Manaus, AM … [ASN] A cada três meses a Igreja Adventista do Sétimo Dia seleciona algumas localidades do mundo para beneficiar com iniciativas evangelísticas em prol da sociedade. Entre elas estão a construção e reformas de escolas, colégios com regime de internato, e edificações de igrejas. No primeiro trimestre deste ano, a região Noroeste do Brasil recebeu recursos para efetivar o projeto “Igreja que Navega”. Em uma breve entrevista, o diretor do departamento de Missão Global para esse território, pastor Arildo Souza, conta mais detalhes sobre os principais objetivos da embarcação.

Agência Adventista Sul-Americana de Notícias (ASN) – Quando surgiu a criação deste projeto inovador?

Pastor Arildo Souza – A cada trimestre a sede mundial da Igreja seleciona uma de suas 13 Divisões para contemplar com recursos destinados para projetos missionários. Assim, recebemos a oportunidade de participar, e na ocasião foi apresentado o projeto “Igreja Que Navega”, pois entendemos que o evangelho precisa alcançar pessoas que vivem aqui ao lado e nos extremos, nos bairros, nas vilas, nas tribos e também nas comunidades ribeirinhas.

ASN – Quais são os detalhes do projeto e seus principais objetivos?

Souza – Segundo pesquisas no Brasil há oito segmentos reconhecidamente como menos evangelizados. Destes, dois estão fortemente presentes no território da Noroeste do Brasil, que são os indígenas, com mais de 117 etnias sem conhecimento da Bíblia, e os ribeirinhos, reunidos em mais de 10 mil comunidades sem igrejas evangélicas em toda bacia Amazônica. Por isso, “A Igreja Que Navega” surge como uma resposta da Igreja Adventista do Sétimo Dia, fazendo frente a este tremendo desafio. Um dos objetivos é motivar os seus fiéis para estarem engajados na evangelização das pessoas que residem nestas comunidades.

ASN – Para ser concretizado, este projeto contou com ajuda de pessoas de várias partes do mundo. Como é o processo das doações?

Souza – Durante o primeiro trimestre deste ano, as ofertas missionárias contemplaram projetos aqui da nossa região. E quem é o promotor disso é o departamento da Escola Sabatina, por meio do Informativo das Missões, que durante os três meses traz relatos de histórias de pessoas que vivem nas localidades onde os projetos serão desenvolvidos.  Assim, os fiéis têm a oportunidade de conhecer um pouco mais da cultura, dos costumes e dos desafios daquelas regiões mesmo morando a quilômetros de distância. As ofertas são recolhidas em todo o mundo e uma porcentagem destes valores são enviadas para os projetos designados para aquele período. Então, pessoas do mundo inteiro estão contribuindo para o avanço do evangelho.

 ASN – Como será a funcionalidade dessa igreja?

Souza – A proposta era um barco com grande mobilidade para navegar longas distâncias, e em rios profundos e rasos. Ele fará parte de uma iniciativa mais ampla, que será precedido pela Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA Brasil), por meio das lanchas Luzeiro, que atendem as comunidades com serviços médicos e odontológicos, e também com o auxílio de missionários que irão morar nas comunidades. E por sua vez, estarão preparando os moradores para quando a igreja chegar poder dar maior suporte e continuidade aos trabalhos evangelísticos.

ASN- Como é a estrutura física do barco?

Souza – Ela foi construída com estrutura em alumínio, possui condições para abrigar uma família pastoral, um comandante da embarcação e uma equipe de auxiliares para o evangelismo. O barco mede cerca de 27 metros de comprimento e 7,5 metros de largura. Possui também dois conveses, e no convés inferior está o auditório principal, um espaço para abrigar mais de 100 pessoas e é destinado às reuniões evangelísticas nas comunidades. A inauguração será realizada no dia 22 de outubro e suas atividades terão início no mês de fevereiro de 2017.

ASN – Deixe uma mensagem à todos aqueles que participaram de forma direta e indireta para a concretização deste projeto.

Souza – Nossa mensagem é de agradecimento à todas as pessoas que ao redor do mundo deram sua contribuição para a realização deste ousado projeto, seja por meio de doações financeiras, na direção, na execução e também aos que dedicaram suas orações intercessoras. A mensagem de amor e esperança arde dentro de nossos corações e existem milhares e milhares de pessoas que ainda não foram alcançadas. Que este projeto seja mais um instrumento para proclamar a volta de Jesus Cristo. [ Equipe ASN, Tatiane Virmes]

Assista ao vídeo que mostra um pouco do processo de construção:

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox