Notícias Adventistas

DVDs em libras são distribuídos em Comemoração ao Dia Do Surdo

Foram entregues mais de mil exemplares em todo o território paulista

1 de outubro de 2015

UNASP15

Alunos do Centro Universitário Adventista de São Paulo entregando um DVD Viva Com Esperança, em língua de sinais.


São Paulo, SP… [ASN] Em comemoração ao Dia Nacional do Surdo, celebrado no último sábado, 26 de setembro,  mil DVDs do livro missionário Viva Com Esperança interpretados em Libras (Língua Brasileira de Sinais) foram distribuídos no Estado de São Paulo. A iniciativa foi coordenada pelo Ministério Adventista de Surdos (MAS) a fim de evangelizar ex adventistas surdos e outros na capital.

Leia também:

Dia Do Surdo é comemorado com distribuição de DVD em Libras 

Livro educativo e religioso para surdos é lançado na região Sul de São Paulo

O MAS atua em todo o país com projetos que promovem a inclusão de cerca de mil surdos nos programas promovidos pela Igreja Adventista do Sétimo Dia. A conselheira para o MAS no Brasil, Jakeline Mennon, reconhece a importância de valorizar esse grupo. “Ainda somos poucos, se compararmos aos outros ministérios da Igreja Adventista. Contudo, precisamos estar preparados para receber pessoas com condições físicas especiais em nossas igrejas”, salienta.

De acordo com ela, o maior problema quando um surdo chega à uma igreja é a falta de um intérprete para recebê-lo e ajudá-lo na compreensão da mensagem que é passada. “A solução é aprender uma segunda língua para se comunicar. Mas isso não é tão fácil. Imagine aprender um novo idioma para falar com um brasileiro?”, argumenta. Por isso, o MAS recebe tradutores voluntários para ajudar na comunicação, em um contexto no qual não existiam profissionais aptos para isso.

Resultado do MAS

 A voluntária Zumma Lima trabalha há três anos traduzindo cultos na igreja do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp) campus Engenheiro Coelho, para um grupo de surdos. No começo, apenas dois surdos iam às programações da igreja, mas graças ao trabalho de Zumma hoje sete pessoas são beneficiadas. “É muito bom ver o resultado positivo na vida deles”, comemora.

Membros surdos da igreja do Centro Universitário Adventista de São Paulo, campus Engenheiro Coelho, antes da entrega dos DVDs Viva Com Esperança em linguagem de sinais.

Membros surdos da igreja do Centro Universitário Adventista de São Paulo, campus Engenheiro Coelho, antes da entrega dos DVDs Viva Com Esperança, em linguagem de sinais.

Na programação, Zumma auxiliou o surdo João Adriano Lacerda, que é adventista há cinco anos. Com o apoio do MAS, atualmente ele ajuda na Escola Sabatina da Igreja do Unasp. “Sinto-me útil como qualquer outra pessoa. Mesmo com as minhas limitações, posso fazer um grande trabalho”, relata Lacerda, traduzido pela intérprete Zumma. No sábado, ele e mais um grupo de surdos distribuíram cerca de 50 DVDs na região de Artur Nogueira.

Metas

Uma das principais metas para a Igreja Adventista no Brasil nos próximos anos, é fornecer treinamento por meio dos MAS para que os interessados em aprender a se comunicar com os surdos. “Reconhecer os deficientes auditivos é afirmar que eles contribuem positivamente para o bem estar da sociedade e da Igreja”, conclui o coordenador mundial do Ministério Adventista dos Surdos, Larry Evans. [Equipe ASN, Jhenifer Costa]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox