Notícias Adventistas

Culto celebra o centenário do primeiro internato adventista brasileiro

Colégio Adventista Brasileiro deu início à maior instituição adventista de ensino do mundo.

"100 anos e ainda estamos aqui", disse o pastor Ted Wilson durante a mensagem no culto

“100 anos e ainda estamos aqui”, disse o pastor Ted Wilson durante a mensagem no culto (Foto: Pedro Caron)

São Paulo, SP… [ASN] Neste sábado, 9 de maio, foi celebrado um culto de gratidão pelo centenário do que é hoje o campus São Paulo do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp). A solenidade, realizada na igreja do campus, contou com a participação de autoridades civis e religiosas, como o pastor Ted Wilson, presidente mundial da Igreja Adventista, e o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Leia também:

Em 6 de maio de 1915, pioneiros da Educação Adventista no Brasil tomaram posse de um terreno no Capão Redondo, que ficava a 20 km da capital paulista. No local, foi estabelecido o Colégio Adventista Brasileiro (CAB), a terceira tentativa de criação de uma instituição adventista de ensino. No mês seguinte, a aula inaugural reuniu 12 alunos. Um século depois, o primeiro internato adventista brasileiro se transformou em um Centro Universitário tricampi com mais de 17 mil alunos do ensino básico à pós-graduação. Atualmente, é a maior instituição adventista de ensino do mundo.

Celeiro adventista

Líderes do Unasp e da Igreja Adventista. Instituição é o principal celeiro intelectual e administrativo dos adventistas no Brasil

Líderes do Unasp e da Igreja Adventista. Instituição é o principal celeiro intelectual e administrativo dos adventistas no Brasil (Foto: Pedro Caron)

O Colégio Adventista Brasileiro foi a primeira sede do Seminário Adventista no Brasil. Não obstante, ele foi responsável por formar os principais líderes adventistas. “O ano de 1915 é um divisor de águas no desenvolvimento da liderança nacional da Igreja Adventista do Sétimo Dia no Brasil. Em 1930 os primeiros ex-alunos já substituíam a liderança estrangeira para os nacionais”, relata o historiador Elder Hosokawa. Entre os pastores que o Unasp formou está o atual presidente da Igreja Adventista para oito países sul-americanos, Erton Köhler.

A importância da instituição no contexto adventista foi refletida no culto que comemorou o centenário do campus São Paulo. O líder mundial da Igreja Adventista, pastor Ted Wilson, finalizou um tour de 11 dias pela América do Sul, que incluiu uma visita à Ilha de Páscoa, ponto habitado mais distante de um continente. De acordo com o pastor Willians Costa Júnior, diretor mundial da Comunicação adventista, a programação deste sábado começou a ser preparada há quatro anos.

As autoridades presentes, entre elas o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, receberam o Marco do Centenário. Em sua conta no Twitter, o governador elogiou a cerimônia. “Com tradição e história, o Unasp é referência para várias gerações. Parabéns pelo importante papel que desempenha”, disse Alckmin na rede social.

Atualmente, o Unasp-SP tem uma parceria com o Governo de São Paulo para manter diversos projetos sociais na zona sul da capital paulista, entre eles a administração da unidade do Bom Prato localizado no bairro do Capão Redondo. O restaurante popular oferece refeições balanceadas por R$ 1,00 e café da manhã por R$ 0,50.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Homenagem

Além de ser o berço intelectual e administrativo da Igreja Adventista no Brasil, o Unasp também educou cidadãos de destaque. Entre eles, o empresário e filantropo Milton Afonso. Ele chegou à instituição com 13 anos, sem condições financeiras. 80 anos depois, ele é um dos mais notáveis adventistas, contribuindo para construir diversas igrejas e pagando o estudo de vários alunos em unidades da educação adventista. Como homenagem à contribuição de Milton Afonso à Educação Adventista, foi inaugurada uma praça com o nome do filantropo por ocasião do centenário do campus.

A praça, inaugurada logo após o culto de celebração, apresenta Jesus como mestre dos mestres, principal referência para os professores adventistas. A preocupação pedagógica não é restrita ao ensino técnico, mas ampliada para o viver cristão. “Eu costumo dizer que a Igreja Adventista não mantém apenas escolas. Ela mantém verdadeiras igrejas disfarçadas de escolas”, afirma o pastor Erton Köhler.

A afirmação de Köhler provou-se verdadeira durante o culto que celebrou o centenário do Unasp. A aluna do curso de Enfermagem, Rayane Barros, foi batizada antes do sermão do pastor Ted Wilson. Na mensagem aos presentes, o líder mundial da Igreja Adventista evidenciou o sentimento que marcou a data. “100 anos e ainda estamos aqui”, disse, em alusão à missão da Igreja Adventista de levar a todos a mensagem de que Jesus vai voltar. [Equipe ASN, Lucas Rocha]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox