Notícias Adventistas

Competição que testa conhecimentos celebra Dia do Estudante em internato adventista

Batalha de perguntas e respostas Liga do Saber contemplou estudantes de diversas faixas etárias.

LIGA DO SABERTaquara, RS… [ASN] O clima era de torcida organizada. A tensão era semelhante a de uma olimpíada. Os alunos que estudam em regime de internato em Taquara viveram emoções fortes na última semana. Uma competição dinâmica envolveu estudantes do sexto ano do Ensino Fundamental ao terceiro ano do Ensino Médio. Divididos em quatro cores, eles disputaram pontos, responderam perguntas e assumiram o risco de levar tortadas na cara.

Leia mais:

Saiba mais sobre o Instituto Adventista Cruzeiro do Sul no site oficial

Acesse a página oficial do Instituto Adventista Cruzeiro do Sul no Facebook

A proposta, chamada de Liga do Saber, foi trazida a administração do internato por Aline Rocha, que atua como analista de marketing no internato. “Quando nós começamos a estudar mais profundamente o calendário, nós vimos que havia muitos eventos para o internato, mas para o externato – e que integrasse os dois – além de algo que envolvesse toda a equipe acadêmica, não tinha. Dentro desse contexto, a equipe do marketing sentou no ano passado, inclusive com alguns alunos que trabalhavam conosco e elaboramos um projeto que fosse de acordo com adolescente, com Ensino Fundamental e Médio, fazendo a mesma atividade. Daí surgiu a Liga do Saber”, conta.

Promovida pelo Instituto Adventista Cruzeiro do Sul (Iacs), a segunda edição do evento é uma competição baseada em um programa de auditório bastante conhecido – o Passa ou Repassa, exibido na TV durante anos. A ideia é que os alunos fixem ainda mais o que é aprendido em sala de aula em um formato lúdico e ainda sejam premiados pelo esforço e pela dedicação.

Para João Cesi Lopes, diretor geral da instituição, foi possível perceber com clareza, o quanto a proposta foi aceita por funcionários e alunos. “A escola toda abraçou o projeto e a gente percebe porque tudo o que a gente faz aqui é para a satisfação do aluno. Eu senti no ano passado e, neste ano, foi mais contagiante ainda, sentir a alegria deles em participar”, ressalta.

O estudante Mario Alberto, do terceiro ano do Ensino Médio, teve a chance de responder várias perguntas e dar uma tortada no adversário. “É muito bom participar desse tipo de programação bem divertida e bem dinâmica, pois você está colocando em prática os seus conhecimentos. Você aprende coisas novas com as perguntas ou com alguma coisa que você não sabia”, caracteriza.

Mesmo quando a pergunta era difícil, teve gente que não se intimidou e respondeu antes mesmo dela terminar de ser lida. Uma das moças mais animadas era a Larissa dos Passos, aluna do primeiro ano do Ensino Médio. Ela acalorava a torcida, pensava nas estratégias… Deu até um ‘tchauzinho’ para a câmera e ajudou a equipe azul a faturar o torneio. “A gente luta muito para tirar notas altas e aprender tudo para tirar notas boas no futuro. Eu acho que é um dos momentos mais emocionantes, aquele momento em que a gente tem a competição e percebe exatamente que aquele esforço que a gente fez durante o ano todo valeu a pena e que a gente pode demonstrar para os outros o quão importante é isso pra gente”, comemora. Os alunos do quarto e quinto ano do Ensino Fundamental também participaram de uma versão compacta do evento, chamada de Liguinha do Saber. [Equipe ASN, Willian Vieira]

Veja a reportagem em vídeo sobre a competição:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox