Notícias Adventistas

Campanha Quebrando o Silêncio Movimenta cidade de Jacareí-SP

Voluntários se mobilizaram contra estes crimes que afetam 70% dos adolescentes e crianças brasileiros por meio do projeto da Igreja Adventista, Quebrando o Silêncio.

Jacareí, SP… [ASN] Músicas, balões, frases de impacto, disposição e muita motivação. Foi com esse espírito que dezenas de fiéis da Igreja Adventista saíram às ruas da cidade de Jacareí, a fim de dizer não a violência sexual. A passeata aconteceu neste sábado, 26 de agosto, no centro da cidade e contou com a participação de crianças, jovens, adultos e idosos. Os participantes distribuíram cerca de 50 mil folhetos e seis mil revistas para as pessoas que passavam pela região.

Para um dos organizadores do evento, pastor Maurício de Lima, o projeto é uma oportunidade de mostrar a preocupação da igreja com os problemas sociais e de conscientizar as pessoas quanto a gravidade dos abusos. “Esperamos que a sociedade perceba que é preciso dar um basta na violência doméstica e sexual”, destacou o líder.

Propósito

Em 2017, o foco da campanha foi o estupro, suas causas e consequências. Toda a igreja esteve envolvida. O Clube de Desbravadores Luzeiros do Vale foi às ruas com o som de sua fanfarra e em som bem alto quebraram o silêncio e motivaram as pessoas a denunciar todo e qualquer tipo de abuso. As crianças também marcaram presença e o Clube de Aventureiros levara balões brancos e luvas enfeitados por frases que pediam paz. Para o pequeno Guilherme Alvarenga de 10 anos de idade, entregar revistas é uma maneira de mostrar Jesus para as pessoas, “a gente está entregando as revistas para as pessoas saberem que Jesus pode cuidar de todos os problemas delas”, explica o garoto.

Os folhetos e revistas foram entregues não apenas as pessoas que circulavam no local, mas também aos comerciantes. A artesã Magali Maldonado aprovou a iniciativa, ela acredita que esse projeto é excelente para despertar na população o interesse e a coragem em falar a respeito do tema, “Eu acho isso muito interessante e acho esse trabalho excelente, as vezes tem alguém sofrendo perto da gente e a gente nem sabe e essa é uma ferida que fica”, explica.

O contador Sergio Santos participou da campanha pela primeira vez e disse estar satisfeito em contribuir para que o silêncio da violência seja quebrado. “É muito bom poder influenciar as pessoas e mostrar para elas que qualquer tipo de violência é errado. A população precisa entender que não dá mais para provocar violência ou sofrer qualquer tipo de abuso”, declarou o participante ao se considerar o maior beneficiado com a campanha.

Materiais de esclarecimento através da leitura são importantes para que as pessoas criem coragem em falar a respeito do assunto. A Psicóloga Ingrid Fraga explica que embora estejamos vivendo avanço da modernidade, muitas pessoas ainda carecem de informação, pois essa é uma maneira de fortalecer o pensamento e consequentemente a ação, “A população se torna consciente e a vitima sente mais segurança para buscar ajuda”, afirma.

Projeto

Realizado desde o ano de 2002, em oito países da América do Sul, a campanha Quebrando o Silêncio tem o objetivo de conscientizar a população a respeito da violência doméstica, abuso e estupro contra crianças, idosos e mulheres. [Equipe ASN, Luciana Ferreira e Michelle Fernandes]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox