Notícias Adventistas

Cabeleireira usa salão para estudar a Bíblia com funcionárias

Iluiza encontrou no trabalho a oportunidade para falar de Jesus

Classe Bíblica acontece uma vez por semana e tem boa aceitação por parte das funcionárias

Curitiba, PR… [ASN] Iluiza Silva é proprietária de um salão de beleza no centro da cidade de Curitiba, e por meio do seu trabalho encontrou a oportunidade de compartilhar sua fé. A cabeleireira tinha em seu coração o desejo de falar sobre Jesus, mas não sabia como. Foi então que teve a ideia de abrir uma classe bíblica no próprio estabelecimento comercial, para que dessa forma suas funcionárias tivessem acesso à Bíblia. O convite para os estudos foi feito de maneira espontânea, e de imediato elas aceitaram participar.

“Eu seguia muita tradição, palavras isoladas da Bíblia. Aprendi que a Bíblia a gente tem que estudar como um todo, que ela é toda interligada, e a gente não pode estudar apenas frases soltas”, relembra a funcionária Juliana Trindade.

Leia também:

Com o estudo realizado no próprio salão, por vezes durante o expediente as funcionárias costumam conversar sobre o assunto debatido no dia anterior, e dessa forma acabam atraindo a atenção das clientes atendidas no local. “Tem um caso que uma cliente contou, que eu estava atendendo sua filha, e enquanto eu fazia o cabelo dela, conversava com a outra funcionária sobre o assunto que a gente tinha estudado. Quando a adolescente chegou em casa, comentou com a mãe como nós entendíamos de Bíblia. Então nós aproveitamos o espaço de trabalho para dividir o conhecimento”, relata Iluiza.

Iluiza (esq.) faz questão de auxiliar amigas e funcionárias no estudo da Bíblia

Oportunidades de aprendizado

Luzia Andrade, que também trabalha no estabelecimento, conta que já havia estudado a Bíblia anteriormente, mas era apenas uma ouvinte, não podia interagir e fazer perguntas. Mas no estudo que elas realizam durante a semana é diferente. Ela tem a oportunidade para se expressar. “Aqui é uma troca de ideias, então isso é mais interessante, porque você tira dúvidas com os próprios colegas no teu dia a dia, partindo da sua vida. Hoje eu vejo que é o estudo, o aprofundamento e esse contato com Deus toda semana que muda a gente”, ressalta.

Além de abrir as portas do salão de beleza para estudar a Bíblia, todos os anos Iluiza faz questão de convidar amigas e funcionárias para o Chá de Mulheres, programa evangelístico que acontece promovido pela Igreja Adventista. A proposta desse evento consiste em levar amigas que ainda não conhecem a Igreja para um momento de confraternização e palestras motivacionais, preparadas exclusivamente para elas.

A cabelereira sabe que esta é também uma oportunidade de testemunhar de Jesus, mostrando que sua igreja se importa com o bem-estar das pessoas e da comunidade. Maria Rita Vicente, amiga de Iluiza, conta que ao ser convidada para participar do Chá de Mulheres pensou em se tratar de uma programação bem “igrejeira”, mas se surpreendeu ao chegar ao local. “Quando eu cheguei, foi uma palestra linda, uma coisa para gente aproveitar mesmo, e tudo que elas fizeram, o tempo passou que a gente nem viu. Achei muito interessante, gostei de tudo. É maravilhoso, perfeito, tudo muito caprichado, simplesmente maravilhoso”, destaca Maria.

No Chá de Mulheres, Iluiza reuniu cerca de catorze amigas interessadas em conhecer mais sobre a Bíblia

Proximidade

De acordo com a líder do Ministério da Mulher da igreja adventista do Boqueirão, Dulcine Chicoski, essa é uma forma de apresentar a Igreja e a mensagem bíblica de uma maneira diferente. “Durante o Chá de Mulheres é trabalhado o lado social, emocional e as necessidades femininas, e isso tem atraído as mulheres. Porém, nós falamos disso, mas também falamos do Deus que nós cremos”, pontua.

E os frutos do trabalho da cabeleireira já são visíveis na vida de suas amigas e funcionárias. “Eu sinto Deus mais pertinho de mim, eu me sinto feliz. Sinto que Jesus me ama. Ele não vê os meus pecados e me aceita como eu sou”, celebra Elisabete Silva.

Quando compartilha o conhecimento e a esperança em Jesus Cristo, Iluiza diz ser a maior beneficiada. “A partir do momento que você conhece a mensagem bíblica, você quer que outras pessoas conheçam também, e dividir esse conhecimento é aprender mais e mais, e diariamente nós estamos aprendendo”, sublinha. [Equipe ASN, Luciene Bonfim]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox