Notícias Adventistas

Ações sociais levam jovens de MG para o Rio de Janeiro

Voluntários chegaram ao palco das Olimpíadas para fazer o bem

Jovens deixam sua rotina para se dedicar ao trabalho voluntário durante as olimpíadas

Misael e Saulo deixam sua rotina para se dedicar ao trabalho voluntário durante as olimpíadas

Rio de Janeiro, RJ … [ASN] Desde o último sábado o Circuito de Campeões movimenta a cidade do Rio de Janeiro. Cerca de 800 jovens de toda a América do Sul chegaram ao palco das Olimpíadas para realizar uma série de ações sociais e missionárias.

Tudo começou no domingo, com a distribuição de sacolinhas de lixo para carros e livros missionários. Visando incentivar a preservação do meio ambiente, 20.000 kits foram entregues durante a maratona feminina, no Aterro do Flamengo. Na segunda-feira, 14 feiras de saúde, 1262 pessoas foram atendidas e receberam orientações sobre alimentação, descanso e puderam medir pressão arterial, capacidade pulmonar e nível de glicose no sangue.

Para Saulo Murilo Garcia Viana, 27, pastor que atua como auxiliar em Monte Belo, no sul de Minas Gerais, “Tem sido maravilhoso, porque além de ajudar a levar esperança para as pessoas, eu mesmo tenho recebido bençãos. Trabalhar pra Deus, no Rio de Janeiro, nestes jogos olímpicos tem sido incrível”, explica.

Os voluntários também participaram da doação de sangue. A expectativa é que ao menos 500 pessoas ajudem a abastecer os bancos de sangue. Diariamente, grupos têm sido organizados para comparecer aos hemocentros. Durante o restante da semana, foram feitas ações com as crianças na Quinta da Boa Vista e uma panfletagem do projeto Quebrando o Silêncio na região do Saara, centro de comércio popular do município do Rio de Janeiro.

Jovem agenda férias para participar de programa de trabalho voluntário durante as Olimpíadas

Jovem agenda férias para participar de programa de trabalho voluntário durante as Olimpíadas

Para Karen Andrade, 24, que veio de Muriaé, Zona da Mata mineira, o amor pela missão falou mais alto. “Quando eu vi algo que parecia tão grande e tão legal, algo que seria uma missão, mesmo, aqui, na hora meu coração acelerou e eu senti que eu tinha que vir pra cá”, comenta.

Misael dos Santos veio de ainda mais longe. A cidade de Extrema, no sul de Minas Gerais, fica a 473km da Cidade Maravilhosa. Segundo o voluntário, está sendo uma experiência diferente. “Pra mim realmente está sendo muito legal, pois estou tendo o prazer em conhecer várias culturas diferentes”, declara. Segundo o site oficial das Olimpíadas no Brasil, são esperados entre 300 e 500 mil turistas entre os dias dos jogos. A cidade foi inteiramente preparada para receber os visitantes. [Equipe ASN, Anne Seixas]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox