Notícias Adventistas

Receptividade positiva influencia decisão de família pelo batismo

Igreja tem enfatizado a importância de receber bem quem visita templos adventistas

A maneira como foram recebidos pelos novos membros fez toda a diferença para a família (Foto: Arquivo pessoal)

Brasília, DF… [ASN] Diariamente, milhões de pessoas tem a possibilidade de acompanhar os conteúdos veiculados pela TV Novo Tempo, seja através de canais abertos, pagos ou via internet. Isso também potencializa a quantidade de telespectadores e internautas que desejam visitar um templo adventista. Diante dessa realidade, de que maneira os membros de cada congregação local devem recebê-los?

Leia também:

Esse primeiro contato foi decisivo para Leidiane Santos e sua família. Durante os dois anos em que acompanharam a Novo Tempo, sempre viram o pastor Luís Gonçalves, do programa Arena do Futuro, estimulá-los a procurar um templo adventista. Ela, o esposo e os dois filhos já haviam visitado outras denominações, mas nunca permaneceram em nenhuma. “Sempre orei ao Senhor para que Ele me mostrasse o lugar certo para nós”, destaca a doméstica.

Em um sábado pela manhã, José Vieira, o marido, foi sozinho à igreja adventista de Parque Figueira Grande, na capital paulista. Segundo a esposa, “ele foi muito bem recebido.” No domingo foi a vez dela ir. “Me senti em casa. Meu coração se alegrou e eu falei: ‘aqui é a Igreja certa’, pois os irmãos nos receberam muito bem”, enfatiza. “Todos se alegraram com nossa presença. Nos deram boas-vindas. Tem horas na vida que você precisa de uma palavra amiga, e lá eu recebi tudo isso”, refere-se ao momento difícil que enfrentava na época.

Nos últimos anos, a sede sul-americana adventista e a emissora tem buscado maneiras de reforçar aos membros a importância de atender cada visitante dessa mesma maneira. É necessário considerar que muitas pessoas que vão às congregações chegam até lá sem conhecer ninguém, pontua o pastor Rafael Rossi, diretor do departamento de Comunicação da Igreja Adventista para oito países da América do Sul.

“Essa receptividade não pode ser algo mecânico, mas sim um estilo de vida. Somos chamados para compartilhar o evangelho para que outras pessoas tenham o mesmo encontro com Jesus que um dia nós tivemos. E é nesse sentido que nós devemos cuidar e receber bem as pessoas para que elas vejam em nós aquilo que um dia Cristo fez em nossa vida”, ressalta Rossi.

Assista ao vídeo que mostra como uma boa receptividade pode mudar a vida de alguém:

A animação acima até poderia ser baseada no que aconteceu com a família Santos. Afinal, logo após sua primeira visita, começaram a estudar a Bíblia com dois casais, a frequentar regularmente as reuniões e a se envolver em outras iniciativas. Fizeram amigos e juntos passaram a realizar outras atividades fora das paredes da igreja.

Depois de sete meses desde que entraram em um templo adventista pela primeira vez, todos eles foram batizados no dia 28 de janeiro deste ano. E cada um já está ativo em um dos ministério da Igreja: Leidiane é professora da Escola Sabatina (classe de estudos da Bíblia que ocorre aos sábados pela manhã); o esposo canta no coral e os filhos participam do Clube de Desbravadores. “Hoje eu até me emociono porque posso falar que tenho a paz e felicidade que nunca tive”, analisa a doméstica.

Leidiane no momento de seu batismo, em São Paulo (Foto: Arquivo pessoal)

Fontes diferentes, tratamento semelhante

Roberto Roberti, instrutor bíblico que atende interessados pelo Facebook oficial da Igreja Adventista e de outras instituições, conversou com Leidiane antes de sua visita a um templo e lhe ofereceu um estudo virtual. Este foi um dos passos que também contribuíram para a decisão de toda a família. Roberti defende uma vez mais a importância de que cada membro se torne responsável por oferece um ambiente acolhedor para quem chega à congregação.

“Apesar de ter contato muitas vezes diário com essas pessoas, não há nada melhor que o olho no olho, o abraço. Por isso a recepção é fundamental, pois através do Facebook nós sempre procuramos demonstrar a importância que este interessado tem para Deus e para a Igreja. Se ele não é recebido de forma carinhosa, corremos o risco de que nunca mais retorne”, complementa Roberti, que só em 2016 estudou a Bíblia com aproximadamente 2 mil internautas.

Para saber como sintonizar a programação da TV Novo Tempo, clique aqui. Para encontrar o templo adventista mais próximo de sua casa, acesse encontreumaigreja.com.br [Equipe ASN, Jefferson Paradello]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox