Notícias Adventistas

Pastor analisa riscos de game violento bilionário

Game não é aconselhado por pastor que trabalha com conteúdos de comunicação para jovens.

Jogo faz apologia direta à violência e a outros crimes

Jogo faz apologia direta à violência e a outros crimes

Brasília, DF … [ASN] O mundo dos games se surpreende com o sucesso de vendas do lançamento do Grand Theft Auto V, com foco em ações criminosas. O Guinness confirmou que o game, conhecido como GTA, foi lançado nos Estados Unidos em 17 de setembro (e 19 do mesmo mês no Brasil) e tem o recorde de produto de entretenimento com maior arrecadação em 24 horas e que mais rápido alcançou US$ 1 bilhão em vendas. O pastor adventista Diego Barreto, que mantém um podcast com comentários bíblicos para um público mais jovem chamado Biblecast, analisa os riscos de se envolver com jogos desse tipo.

Falando de virtudes de um game como esse, Barreto comenta que “não podemos negar que há muita coisa aproveitável nesse tipo de entretenimento, mas também não podemos ignorar o quanto ele pode ser muito danoso e perigoso”. Ele ressalta que games desse tipo “sandbox” favorecem a criatividade e desenvolvimento intelectual. Por outro lado, ele pontua claramente os riscos que um jogador assume ao se envolver com games dessa natureza. O tempo gasto nesse entretenimento é com certeza muito danoso. Quanto mais realista o jogo for, muito mais tempo será gasto. No caso de GTA V fala-se em no mínimo 100 horas para completar o jogo. Considere que 100 horas equivalem a 4 dias e meio de 24 horas seguidos ou divididos em horas úteis semanais, 12 dias e meio. Agora vale lembrar que quando se perde tempo em coisas desnecessárias, desperdiçamos o tempo para as coisas necessárias”, afirma.

GTA V é prejudicial, também, na avaliação do pastor porque “o jogo trata de roubos, violência, subornos, homicídios, tortura, linguajar chulo e outros crimes e há um perigo imenso em estar na companhia de um entretenimento desse”. Ele acrescenta que “a filósofa de Harvard, Sissela Bok, afirma que nossa geração esta sendo afetada por uma ‘fadiga da compaixão; a capacidade de contemplar violência com distanciamento. E isso não é nada bom, perder nossa capacidade de nos compadecermos é inclusive um sinal dos tempos segundo Mateus 24:12”.

Games em geral

Para Diego Barreto, os games são uma excelente ferramenta de entrega de conteúdo porque são interativos, interessantes, favorecem a cognição, o aprendizado e ainda são uma forma de arte. Sob a ótica da Bíblia e sem violar os princípios que ela nos oferece, é possível fazer uso dessa forma de arte para se difundir a mensagem bíblica de maneira ainda mais profunda e abarcante. Como toda mídia os jogos podem ser muito mal utilizados ou bem utilizados, pois tudo vai depender do investimento e da intenção por trás de sua criação”. [Equipe ASN, Felipe Lemos]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox